0

Compartilhe este conteúdo |


Cena do filme "Amor, Paris e Cinema"
Fazer o segundo filme é um desafio para qualquer cineasta. O francês Arnaud Viard  parte disso para eleger o tema do seu segundo longa, Amor, Paris e Cinema, que escreveu, dirigiu e protagonizou, num tour de force (para usar uma expressão francesa), que resulta em uma comédia dramática, digamos, irregular. O filme foi apresentado em julho, durante as comemorações da Queda da Bastilha, em julho, no Reserva Cultural, em Niterói – RJ, pelo próprio cineasta (leia aqui).  

Arnaud (Arnaud Viard) é um ator de 45 anos que está insatisfeito com sua carreira e com sua vida pessoal. Não consegue emplacar um filme e tem de dar aulas de teatro para sobreviver; nem consegue ter um filho com sua mulher Chloè (Irène Jacob), de quem acaba se separando. Além de tudo isso, sua mãe (Nadine Alari) tem uma doença terminal e está internada em um hospital.

Poster do filme "Amor, Paris e Cinema"Dividido em capítulos, o filme se desenvolve nessas duas frentes: como ter sucesso no cinema? Como viver na prática o sonho do amor verdadeiro?  No fundo, o que Arnaud deseja é ser amado, mas de uma maneira um tanto egocêntrica e equivocada porque, aparentemente, não leva em consideração os desejos dos outros. No caso do trabalho, não importa para ele se faz sucesso em uma série de televisão, porque seu sonho é ser conhecido e respeitado no cinema, arte “mais nobre”. Quanto às mulheres, ele acaba se envolvendo com uma aluna, a bela Gabrielle (Louise Colderfy), em um relacionamento perigoso, já que ela está muito mais disponível para a vida do que ele, encerrado em suas certezas e limites.

O que agrada realmente no filme é a montagem ágil e a presença das atrizes muito talentosas, como Irène Jacob, no esplendor de sua forma, e claramente subaproveitada, o que é realmente uma pena. Também é prejudicial, embora compreensível em certa medida, o fato de ter sido mudado o título do filme, que originalmente se chama exatamente Arnaud Faz Seu Segundo Filme, tira o caráter autoreferente e irônico da empreitada.   

Por Gilson Carvalho

Nota 6


Ficha Técnica

Amor, Paris e Cinema ((Arnaud Fait Son 2ème Film) – 80 min.
França – 2015
Direção: Arnaud Viard
Roteiro: Arnaud Viard
Elenco: Arnaud Viard, Irène Jacob, Louise Coldefy, Nadine Alari, Frédérique Bel


Estreia 28/09

Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top