0

Compartilhe este conteúdo |

Cena do filme "Esteros"
“Un amor como el nuestro no debe morir jamas”. O verso da canção de Jerry Rivera resume a premissa de Esteros, filme argentino que ganhou dois prêmios no último festival de Gramado. Estreia de Papu Curotto na direção, narra a relação de dois jovens que se reencontram depois de muitos anos de afastamento e redescobrem uma antiga  paixão. 

Matías (Ignácio Rogers) volta a sua cidade natal, Paso de los Libres, na fronteira com o Brasil, para o carnaval. Acompanhado por sua namorada brasileira Rochi (Renata Calmon), encontra, por acaso um velho amigo, Jeronimo (Esteban Maturini). O reencontro detona uma carga de lembranças da sua infância quando passava os verões no sítio da família de Jeronimo na região dos estuários (esteros em espanhol). Inseparáveis, fazem tudo juntos: jogam bola, nadam, exploram a região, tendo inclusive, a primeira experiência sexual, até que a família de Matias se muda para o Brasil e eles perdem contato. O retorno à velha e isolada casa lhes permite confrontarem seus sentimentos e desejos há muito adormecidos.

Poster do filme "Esteros"
Com um roteiro bem simples e nenhuma subtrama, o filme se apoia no desempenho dos dois protagonistas que, de modo geral, conseguem expressar as emoções por que passam a partir do reencontro e da nova relação que constroem. O clima de desejo e tensão é evidente. Também é interessante ver como há continuidade entre os personagens enquanto crianças (Joaquin Parada e Blas Finardi Niz) e adultos, graças a um bom trabalho de direção, além da semelhança física. Por outro lado, as sequências com Matias e Rochi beiram o constrangimento, de tão clichês.   

Outro ponto positivo é a bela fotografia que explora bem as paisagens naturais, que teoricamente serviriam como metáfora ou espaço dramático para o relacionamento dos dois - o que é de alguma forma sugerido, mas não alcança sua plenitude. Tivesse um aprofundamento, principalmente nas questões adjacentes aos dois rapazes – a família de Matías parece mais conservadora, a de Jeronimo mais liberal, o que é apenas levemente mostrado, Esteros seria ainda mais tocante ao abordar um tema ainda rico e cheio de possibilidades.

Por Gilson Carvalho

Nota 7


Ficha Técnica

Esteros – 77 min.
Argentina/Brasil/ - 2017 
Direção: Papu Curotto
Roteiro: Andi Nachon 
Elenco: Ignácio Rogers, Esteban Masturini, Joaquin Parada, Blas Finardi Niz, Renata Calmon, Maria Merlino

Estreia: 27/07


O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top