0

Compartilhe este conteúdo |


Cena do filme "Imprevistos de uma noite em Paris"
A ideia nem é tão original, mas podia funcionar - caso o protagonista fosse irresistível. Porque Luigi (Edouard Baer) é um folgado, abusado, chato, irresponsável, um diretor de teatro falido e fingido, na comédia Imprevistos de uma Noite em Paris, que cobre o tempo de 24h em que acontece de tudo, mas pouca coisa tem graça realmente.

Escrita e dirigida pelo mesmo Baer, o filme tem algo de Depois de Horas (1985), de Scorcese, sem o frescor daquele, que tinha em Griffin Dunne um protagonista ingênuo enredado numa série de trapalhadas. No caso de Imprevistos... é o próprio Luigi quem causa a maior parte das confusões, ao tentar gerenciar um teatro sem ter o menor talento para isso. Sem esquecer que ele pretende montar um espetáculo dirigido por um japonês que não fala francês e que exige um macaco vivo em cena. 

Audrey Tautou (a eterna Amélie Poulain) faz uma assistente que ama-odeia Luigi (como quase todos os funcionários do teatro)  e que tenta mantê-lo na linha, mas quem divide a cena com ele realmente é a estagiária Faeza (a bela Sabrina Quazani), que o acompanha meio a contragosto, noite adentro pela cidade. E com ele descobre bares, restaurantes, lugares e, principalmente pessoas peculiares que habitam a capital francesa. Como o tratador do macaco (na verdade, uma macaca) que tem um relacionamento bem próximo com o animal, que ele treinou por vários anos para estrelar comerciais, filmes e outros shows, ou o patriarca de uma numerosa família de origem africana com muito suíngue em um bairro meio barra-pesada. 

É esse aspecto cosmopolita e boêmio de Paris que mais atrai no filme. A aura do grupo de teatro que vive e respira arte 24h por dia também tem seu charme, mas não é totalmente explorada. Mas no fim, a conclusão é que agradando ou não, o show tem que continuar.

Por Gilson Carvalho

Nota 5





Ficha Técnica


Imprevistos de Uma Noite em Paris (La Nuit Ouverte) – 97 min.
França - 2016
Direção: Edouard Baer
Roteiro: Edouard Baer, Benoit Graffin
Elenco: Edouard Baer, Sabrina Ouazani, Audrey Tautou, Christophe Meynet, Jean-Michel Lami


Estreia 23/03


Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top