0

Compartilhe este conteúdo |

A mostra O Cinema de Murilo Salles – o Brasil em cada plano, que ocupa a Caixa Cultural do Rio de Janeiro de 19 a 23 de julho, dará ao público a oportunidade de conhecer profundamente o trabalho do diretor, fotógrafo, roteirista e produtor carioca. Serão exibidos todos seus longas-metragens, além de curtas e filmes nos quais ele assinou a direção de fotografia. O evento terá ainda um bate-papo, dois debates e uma masterclass com o diretor homenageado.
Murilo Salles A mostra trará curtas como Sebastião Prata ou, bem dizendo, Grande Otelo (1971), codirigido com Ronaldo Foster, longas como Nunca fomos tão felizes (1984) – que participou da Quinzena dos Realizadores do Festival de Cannes e ganhou os prêmios de Melhor Filme nos festivais de Brasília e de Gramado, e o Leopardo de Bronze no Festival de Locarno –, passando por documentários para televisão e cinema que revelam sua forte ligação com as artes plásticas, Sergio Camargo, Fevereiro 1984 (1984) e Tunga – Registros (2012), até seus trabalhos mais recentes como O fim e os meios (2014), vencedor do Prêmio de Melhor Roteiro no Festival do Rio.

Na noite de abertura da mostra, no dia 19 de julho, às 18h30, será exibida uma seleção de curtas dirigidos por Murilo Salles e parceiros, além de Carro de Bois (1974), parceria de Murilo no único filme colorido de Humberto Mauro. Em seguida, haverá um bate-papo com o diretor e o lançamento do catálogo com textos inéditos assinados por nomes como Paulo Sérgio Duarte e José Geraldo Couto, entre outros.

A mostra promoverá ainda dois debates gratuitos, com distribuição de senhas a partir das 17h do dia do evento. No dia 21 (quinta-feira), às 19h10, Murilo Salles, o diretor de fotografia Walter Carvalho e o pesquisador Hernani Heffner conversam sobre A fotografia no cinema brasileiro. E, na quinta-feira seguinte, dia 28, às 19h, o tema será O cinema de Murilo Salles, com participação do próprio diretor, do crítico Carlos Alberto Mattos e do historiador Maurício Lissovsky.
Murilo Salles ainda irá ministrar a masterclass Questões para pensar o cinema que quero fazerno dia 23 de julho (sábado), às 14h. Ele comentará cenas de seus filmes, os bastidores, o processo de realização e curiosidades das filmagens, além de falar sobre as funções do fotógrafo em um set de filmagem e o seu método de direção. A masterclass é gratuita, as vagas são limitadas e as inscrições devem ser feitas pelo e-mail masterclass@mostramurilosalles.com.br 


Programação

19 de julho (terça-feira)
18h30 – Sessão de abertura, seguida de bate-papo e lançamento do catálogo
Carro de Bois (1974), de Humberto Mauro, Brasil, 10 min, livre.
Sebastião Prata ou, bem dizendo, Grande Otelo (1971), de Murilo Salles e Ronaldo Foster, Brasil, 11 min, livre.
És tu Brasil -Tunga (2003), de Murilo Salles, Brasil, 25 min, 16 anos.
Pornografia (1992), de Murilo Salles e Sandra Werneck, Brasil, 6 min, 18 anos.
20 de julho (quarta-feira)
17h – Sebastião Prata ou, bem dizendo, Grande Otelo (1971), de Murilo Salles, Brasil, 11 min, livre.
50 anos de TV Brasileira (2014), de Murilo Salles, Brasil, 9 min, livre.
Sergio Camargo, Fevereiro 1984 (1984), de Murilo Salles, Brasil, 13 min, 14 anos.
Tunga – Registros (2012), de Murilo Salles, Brasil, 33 min, 14 anos.
Pornografia (1992), de Murilo Salles, Brasil, 6 min, 18 anos.
19h10 – Faca de dois gumes (1989), de Murilo Salles, Brasil, 97 min, 16 anos
21 de julho (quinta-feira)
15h - Carro de Bois (1974), de Murilo Salles, Brasil, 10 min, livre.
Lição de amor (1975), de Eduardo Escorel, Brasil, 85 min, 16 anos.
17h – Todos os Corações do Mundo (1995), de Murilo Salles, Brasil/EUA, 106 min, livre.
19h10 – Debate A fotografia no cinema brasileiro, com o cineasta Murilo Salles, o diretor de fotografia e cineasta Walter Carvalho e o pesquisador Hernani Heffner.
22 de julho (sexta-feira)
15h30 – Estas são as armas (1978), de Murilo Salles, Brasil/Moçambique, 60 min, 16 anos.
17h – Seja o Que Deus Quiser! (2002), de Murilo Salles, Brasil, 90 min, 18 anos.
19h10 - Como Nascem os Anjos (1996), de Murilo Salles, Brasil, 96 min, 14 anos.
23 de julho (sábado)
14h – Masterclass Questões para pensar o cinema que quero fazer, com o cineasta Murilo Salles.
16h30 – És Tu, Brasil (2003), de Murilo Salles, Brasil, 110 min, 16 anos.
18h50 - O fim e os meios (2014), de Murilo Salles, Brasil, 105 min, 16 anos.
24 de julho – (domingo)
14h30 - Aprendi a Jogar com você (2014), de Murilo Salles, Brasil, 87 min, 12 anos.
16h30 – Passarinho Lá de Nova Iorque (2014), de Murilo Salles, Brasil, 89 min, 12 anos.
18h30 - Nome Próprio (2007), de Murilo Salles, Brasil, 120 min, 18 anos.
26 de julho (terça-feira)
17h – O espetáculo e a delicadeza – Parte 1 (2008), de Murilo Salles, Brasil, 78 min, 14 anos.
19h - O espetáculo e a delicadeza – Parte 2 (2008),de Murilo Salles, Brasil, 79 min, 14 anos.
 

27 de julho (quarta-feira)
17h – Árido Movie (2005) de Lírio Ferreira, Brasil, 115 min, 16 anos.
19h15 – Carro de Bois (1974), de Murilo Salles, Brasil, 10 min, livre.
Estas são as armas (1978), de Murilo Salles, Brasil/Moçambique, 60 min, 16 anos. 
28 de julho (quinta-feira)
17h – Como Nascem os Anjos (1996), de Murilo Salles, Brasil, 96 min, 14 anos.
19h – Debate O cinema de Murilo Salles, com o cineasta Murilo Salles, o crítico e coeditor do catálogo da mostra Carlos Alberto Mattos e o historiador Maurício Lissovsky.
29 de julho (sexta-feira)
14h30 – És Tu, Brasil (2003), de Murilo Salles, Brasil, 110 min, 16 anos.
16h40 – Aprendi a Jogar com você (2014), de Murilo Salles, Brasil, 87 min, 12 anos.
18h45 – Nome Próprio (2007), de Murilo Salles, Brasil, 120 min, 18 anos.
30 de julho (sábado)
15h - Nunca Fomos Tão Felizes (1984), de Murilo Salles, Brasil, 90 min, 12 anos.
17h – Faca de dois gumes (1989), de Murilo Salles, Brasil, 97 min, 16 anos.
19h15 - Seja o Que Deus Quiser! (2002), de Murilo Salles, Brasil, 90 min, 18 anos.
31 de julho (domingo)
15h - O fim e os meios (2014), de Murilo Salles, Brasil, 105 min, 16 anos.
17h - Passarinho Lá de Nova Iorque (2014), de Murilo Salles, Brasil, 89 min, 12 anos.
19h15 – Sebastião Prata ou, bem dizendo, Grande Otelo (1971), de Murilo Salles, Brasil, 11 min, livre.
50 anos de TV Brasileira (2014), de Murilo Salles, Brasil, 9 min, livre.
Sergio Camargo, Fevereiro 1984 (1984), de Murilo Salles, Brasil, 13 min, 14 anos.
Tunga – Registros (2012), de Murilo Salles, Brasil, 33 min, 14 anos.
Pornografia (1992), de Murilo Salles, Brasil, 6 min, 18 anos.

  
Outras informações www.mostramurilosalles.com.br  

Serviço:
Mostra O Cinema de Murilo Salles - O Brasil em cada plano
19 a 31 de julho de 2016
CAIXA Cultural Rio de Janeiro – Cinema 1
Av. Almirante Barroso, 25 - Centro – Rio de Janeiro - RJ
(21) 3980-3815
R$ 4,00 e R$ 2,00 (meia)
 

Compartilhe este conteúdo

O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook


Postar um comentário

 
Top