0

Cena do filme "Elvis e Nixon"
Elvis e Nixon é uma bizarra comédia baseada em fatos surreais, Elvis Presley (Michael Shannon), ao ver o rumo que sua nação está tomando, em especial os jovens influenciados pela lavagem cerebral comunista e o crescente uso de drogas, decide deixar Graceland e partir na missão de encontrar o presidente Richard Nixon (Kevin Spacey) e oferecer seus serviços à nação. O rei do rock and roll sai de viagem sozinho pegando o primeiro vôo que consegue e chama seus amigos de longa data, Jerry Schilling (Alex Pettyfer) and Sonny (Johnny Knoxville), para acompanhá-lo e persuadir o pessoal da Casa Branca a não só deixar o encontro acontecer, mas como também conceder ao músico um distintivo de agente federal.

O filme é baseado no encontro de Elvis Presley com o presidente Nixon no dia 21 de Dezembro de 1970. Este acontecimento (que mais parece fazer parte de um universo paralelo) não foi divulgado durante o mandato do presidente a pedido de Elvis e ficou sob sigilo até 1988, quando o Arquivo Nacional começou a vender cópias da foto que mostra o encontro das duas figuras, se tornando a imagem mais requisitada da instituição. Mais tarde, depoimentos sobre o encontro foram dados por Priscilla Presley (ex-esposa de Elvis) e Shilling. 

O bizarro “encontro às cegas” de dois ícones retratado em uma excêntrica sátira em"Elvis e Nixon"

Poster do filme "Elvis e Nixon"É tudo muito estranho e a história é baseada em especulações. Segundo familiares e amigos de Elvis, o músico/ator queria completar sua coleção de distintivos com um federal, o que ele achava ser o mais significativo, consedendo-o supremo poder e liberdade. Além disso, Elvis pensava em se tornar um agente federal à paisana, um infiltrado para descobrir os planos de dominação ideológica do comunismo.

No longa-metragem, Elvis é um fanático por armas e por poder, que resolve sair em uma missão impossível. Os motivos do protagonista não ficam claros no enredo do longa. Por vezes, Elvis parece realmente se importar com o futuro de sua nação, querendo acabar com as drogas e com os estrangeiros espalhando atitudes “anti-americanas” (o maior exemplo disso segundo o Rei seriam os Beatles). Por outras, ele parece ser um milionário entediado querendo completar sua coleção de distintivos policiais.

Seu fiel companheiro, Jerry Schilling (Alex Pettyfer), apesar de ter saído da vida agitada do show business e querer acima de tudo uma vida pacata com sua noiva, aceita a missão, sendo convencido facilmente por meio da boa e velha chantagem emocional a cabular seu emprego na Paramount e ir para Washington com o mimado amigo. Mas a história é tão desvairada que não questionamos os motivos que levam Schilling aceitar a tarefa

Os personagens são caricatos e excêntricos, além dos atores serem muito diferentes dos ícones que eles vivem. Nada disso significa que eles fazem um trabalho ruim. Apesar de estar longe da aparência física de Elvis, Shannon faz uma interpretação marcante, adotando os trejeitos mais populares do Rei e dando a ele um toque de introspecção e mistério. Kevin Spacey no papel de Nixon impressiona logo na primeira sequência do filme. Sua bela caracterização e atuação como um carrancudo presidente faz valer todas as cenas em que ele aparece. É um deleite ver Spacey neste papel.

Cena do filme "Elvis e Nixon"
O encontro entre estas marcantes personalidades do século 20 é surreal. O comportamento dos personagens combinado à linguagem corporal dos atores nesta situação tão única e improvável é hilariante. A sequência climática no Salão Oval começa com uma competição de poder desconfortável que se transforma em outra coisa. Os personagens flertam neste “encontro às cegas” criando uma interação divertida de assistir.

Elvis e Nixon preenche as lacunas de uma história norte-americana baseada em uma foto e em relatos para fazer uma divertida sátira. A diretora Liza Johnson tem um excelente timing para as situações cômicas e consegue usar muito bem os atores. Deixando se levar pelo absurdo deste excêntrico filme, a hora e meia de diversão está garantida.

Otávio Lima

Nota 7


Ficha Técnica

Elvis e Nixon (Elvis & Nixon) – 86 min.
EUA – 2016
Direção: Liza Johnson
Roteiro: Cary Elwes, Joey Sagal
Elenco: Michael Shannon, Kevin Spacey, Alex Pettyfer, Johnny Knoxville, Tate Donovan, Evan Peters

Estreia: 16/06

Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top