0

Compartilhe este conteúdo |

Cena do filme Fogo no Mar
Entre 7 e 17 de abril, o festival  É Tudo Verdade, principal do gênero de documentários do país, chega a sua 21ª edição em 2016 trazendo 85 títulos de 26 países em São Paulo e no Rio de Janeiro. Entre os temas abordados estão diversas crises: a dos refugiados da Europa, desastres ambientais, política. Todas as sessões do festival são gratuitas e incluem 22 filmes em estreia mundial.  

Um dos destaques é Fogo no Mar, de Giafranco Rosi, vencedor este ano do Urso de Ouro, o principal prêmio do Festival de Berlim e escolhido para abrir o evento em São Paulo. O filme aborda a crise dos refugiados a partir da ilha italiana Lampedusa. 

O brasileiro Eduardo Escorel lança Imagens do Estado Novo 1937-45, sobre as heranças do governo Getúlio Vargas.  Uma retrospectiva abordará a obra de Carlos Nader, responsável por filmes como Eduardo Coutinho - 7 de Outubro  e A Paixão de JL, eleito melhor filme na edição de 2015 do festival. .

Uma curiosidade é os irmãos Walter e Wladimir Carvalho competirem  na categoria de longas nacionais. O primeiro com Manter a Linha da Cordilheira ser o Desmaio da Planície, sobre a produção do poeta Armando Freitas Filho, e o segundo com Cícero Dias, o Compadre de Picasso, sobre o artista plástico pernambucano. 

Os Jogos Olímpicos terão uma mostra especial e os diretores Chantal Akerman, Ruy Guerra e Haskell Wexler serão homenageados.  

Serviço

É Tudo Verdade
7 a 17/04
São Paulo e Rio de Janeiro (vários locais)
Entrada Franca

Programação completa: www.etudoverdade.com.br


Compartilhe este conteúdo

O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook



Postar um comentário

 
Top