0

Compartilhe este conteúdo |


Cena do filme "O Clã"
Cena do filme "O Clâ", de Pablo Trapero 

O Festival Internacional de Cinema da Bienal de Curitiba (FICBIC) começa no dia 5 e vai até 14 de novembro, ocupando nove espaços da capital paranaense, com uma programação variada e atraente e entrada franca em todas as sessões.

Serão exibidos cerca de 140 filmes em cinco mostras distintas.  O filme de abertura será O Clã, do argentino Pablo Trapero, cineasta homenageado desta edição, na mostra Cinema em Retrospectiva, que terá, além deste, Mundo Grua (1999), Do Outro Lado da Lei (2004), Família Rodante (2004), Nascido e Criado (2006), Leonera (2008) e Abutres (2010).

A principal atração do festival é a Mostra Panorama do Cinema Mundial. Serão doze  longas-metragens, um média-metragem e nove curtas. Um dos destaques é  O Grande Mestre, de Wong Kar-Wai, indicado ao Oscar de Melhor Filme Estrangeiro e de Fotografia. Também será exibido Os Irmãos Lobo (The Wolfpack), de Crystal Moselle, vencedor do prêmio de Melhor Documentário Norte-Americano do Festival de Sundance.

A mostra Universo Z abrange filmes que refletem a “nova geração infanto-juvenil”, que cresceu com a internet a tiracolo. Destaque é o longa-metragem Até Que a Sbórnia nos Separe, de Otto Guerra e Ennio Torresan.

Já o Circuito Universitário irá exibir 22 filmes de alunos da FAP/Unespar, Universidade Tuiuti do Paraná e Centro Europeu. 

Informações em http://ficbic.com.br


O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top