0

Compartilhe este conteúdo |


Cena do filme "O Último Poema do Rinoceronte"
O Último Poema do Rinoceronte narra a história do poeta iraniano-curdo Sahel Kamangar, que passou 27 anos preso, enquanto sua família acreditava que estava morto.  E é usando poesia que o diretor Bahman Ghobadi fala sobre opressão e resistência, transformando o filme em um libelo universal. 

O filme começa com a libertação de Kamangar (Behrouz Vossoughi), após quase três décadas aprisionado. Ainda sob o impacto da terrível experiência, ele passa a procurar sua mulher Mina (Monica Belluci), que também havia sido presa e submetida a torturas e abusos sexuais e, por isso, teria fugido para a Turquia. A partir daí, o poeta reconstitui sua vida através da memória e de sua poesia (recitada ao longo da narrativa por sua filha Bayan Nassr).

"O Último Poema do Rinoceronte": drama de poeta como libelo contra a opressão


Poster do filme "O Último Poema do Rinoceronte"O Último Poema do Rinoceronte chega com ótimas credenciais: é apresentado pelo diretor Martin Scorcese e uma obra autoral bastante interessante, entre os quais Tempo de Cavalos Bêbados (2000), As Tartarugas Podem Voar (2004) e Antes da Lua Cheia (2006). Desta vez, porém, ele abre mão da narrativa que mistura documentário e ficção que caracteriza aqueeles filmes.

Estruturado em flashbacks e elipses, além de ter uma narrativa lenta e contemplativa, o drama às vezes se torna um pouco difícil de acompanhar. O que o torna mais equilibrado é o recurso ao melodrama, ao introduzir uma triângulo amoroso que envolve Kamangar (Caner Cindoruk), Mina e o motorista da família, Akbar (Yilmaz Erdogan), apaixonado pela mulher do poeta. Aproveitando as mudanças do poder trazidas pela revolução islâmica, vinga-se da rejeição.

Um dos grandes destaques do longa é a fotografia, de Turaj Aslani, que cria um clima onírico e poético em locações turcas que se passam perfeitamente por terras iranianas. O elenco também é excelente, desde o poeta em idade mais avançada (Behrouz Vossoughi) passando por Erdogan, até Monica Bellucci, como sempre muito atraente. 

Por Gilson Carvalho

Nota 6


Ficha Técnica

O Último Poema do Rinoceronte (Fasle Kargadan) – 88 min.
Irã, Iraque, Turquia - 2012
Direção: Bahman Ghobadi
Roteiro: Bahman Ghobadi
Elenco: Behrouz Vossoughi, Monica Bellucci, Yilmaz Erdogan, Caner Cindoruk, Belcim Bilgin, Beren Saat, Arash Labaf.

Estreia: 25/06

Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top