0


Cena do filme "Quando Meus Pais Não Estão em Casa"Quando Meus Pais Não Estão em Casa, delicada comédia dramática vinda de Cingapura, narra uma história que poderia se passar em qualquer aglomerado urbano. Por isso, e pelo olhar ao mesmo tempo preciso e carinhoso sobre uma família de classe média, rendeu a seu roteirista e diretor Anthony Chen o Camera D’Or, prêmio dado a longas-metragens de estréia no Festival de Cannes.

Terry (Angeli Bayani), uma jovem filipina chega à casa dos Limm, para fazer as tarefas domésticas, já que tanto o marido Teck (Chen Tian Wen), quanto a esposa grávida Hwee Leng (Yeo Yann Yann), trabalham fora. Mas, a principal ocupação será cuidar do filho do casal, Jiale (Koh Jia Ler), um garoto de 10 anos que vive se metendo em confusão na escola e vizinhança.

Inicialmente, o menino detesta a presença da empregada na casa, e se recusa a obedecê-la, como seria de se esperar, Aos poucos, Terry conquista o afeto de Jiale, ao mesmo tempo em que testemunha a crise financeira que o mundo atravessa, com sérias consequências sobre a família atravessa, e que faz o pai perder o emprego de representante de vendas e a mãe buscar ajuda em palestras motivacionais. 

"Quando Meus Pais Não Estão em Casa" mostra questões familiares reconhecíveis por pessoas de todo o mundo



Poster do filme "Quando Meus Pais Não Estão em Casa Narrado de maneira simples e direta, Quando Meus Pais Não Estão em Casa conquista principalmente pelos personagens muito bem construídos. A fotografia realista, com a câmera privilegiando os planos médios, permite o distanciamento e a intimidade necessários.  Essa neutralidade é aplicada à ambientação que não enfatiza a época - final dos anos 90, só perceptível pelo tamagotchi com que Jiale brinca o tempo todo. 

Apesar de ter uma situação econômica precária e por isso estar longe de seu país, Terry não é retratada com condescendência. Ao contrário, sua postura é altiva e digna, ainda que algumas vezes tenha de usar artifícios para sobreviver. E o menino, muitas vezes irritante, nada mais é do que uma criança, extramente curiosa e inquieta, e ainda capaz de gestos de carinho genuíno.

Embora centrado na relação entre o menino e a empregada, não dá menos destaque aos outros personagens. É impossível não empatizar com o casal, que tem de lidar com todas as dificuldades do dia-a-dia, que inclui cuidar da casa e do filho, e preservar o casamento a despeito da crise que corrói seu estilo de vida. Gente como a gente. 

Por Gilson Carvalho

Nota 7,5



Ficha Técnica

Quando Meus Pais Não Estão em Casa (Ilo Ilo) – 99 min.
Cingapura – 2013
Direção: Anthony Chen
Roteiro: Anthony Chen
Elenco: Koh Jia Ler, Angela Bayani, Yeo Yann Yann, Chen Tian Wen, Peter Wee, Pamela Wildheart.

Estreia: 16/04 

Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top