0

Compartilhe este conteúdo |


Cena do filme "Frank"Relevantes questões sobre criação artística são levantadas pela comédia Frank, de Lenny Abrahamson. Porém, tendo como personagem principal um músico excêntrico que passa o tempo todo com uma enorme cabeça de papel machê, talvez seja difícil para alguns concentrar-se nisso, mesmo que dentro da cabeça esteja Michael Fassbender.

Em uma pequena cidade inglesa, Jon (Domhnall Gleeson), aspirante a músico, passa todo o tempo tentando escrever canções, baseadas principalmente no seu cotidiano. Apesar de não ter nenhum talento, está convencido de que pode produzir obras interessantes. Assim, tudo que vive pode se tornar tema de letras estranhas, como mulheres grávidas e sanduíche de queijo e presunto. Completamente por acaso, é convidado a juntar-se à banda indie de nome impronunciável The Soronprfbs, que coincidentemente perdeu seu tecladista.

Animado com o convite, vai com o grupo para uma cabana no interior da Irlanda para gravar um disco e depois sair em turnê. No estúdio improvisado ele tem a oportunidade de conhece Frank, o extravagante líder, que ora parece genial, ora louco. Outro problema é a dificuldade de relacionamento com os outros integrantes da banda: a agressiva Clara (Maggie Gyllenhaal), que toca teremim; o esnobe baixista francês Baraque (François Civil) e a baterista Nana (Clara Azar), além do empresário (Mark Huberman), o único que o trata de maneira cordial.

"Frank" coloca questões relevantes sobre criação artística de modo bizarro e excêntrico



Poster do filme "Frank"O personagem Frank é baseado em um artigo de jornal escrito pelo roteirista Jon Ronson (que o desenvolveu junto com Peter Straughan), a partir de sua experiência como integrante da banda do cantor e comediante Chris Sievey, criador de Frank Sidebotto, que apareceu em séries de TV britânicas e que tinha como característica principal uma enorme cabeça de madeira. Ele serve como provocador para os questionamentos que o longa coloca.  

O estranhamento de Jon o incita a perguntar-se: o que se passa na cabeça de quem cria? O comportamento errático de alguns faz parte do processo criativo? Como reconhecer um talento genuíno? Colocadas de modo bizarro, podem não ser entendidas por todos. De todo modo, muitos ficarão curiosos por Michael Fassbender, um ator premiado e cheio de prestígio ter aceitado fazer um papel em que não mostra a cara. Talvez seja mais uma dos mistérios dos artistas. 

Por Gilson Carvalho

Nota 6,5


Ficha Técnica

Frank - 95 min. 
Reino Unido/Irlanda/EUA - 2014
Direção: Lenny Abrahamson
Roteiro: Jon Ronson, Peter Straughan
Elenco: Michael Fassbender, Domhnall Gleeson, Maggie Gyllenhaal, Carla Azar, François Civil, Mark Huberman. 

Estreia: 16/04


Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top