0

Compartilhe este conteúdo |

18ª Mostra de Cinema de Tiradentes
Começa hoje, dia 23 e vai até o dia 31 de janeiro a 18ª Mostra de Cinema de Tiradentes, na cidade histórica de Minas Gerais. Com o tema “Qual o lugar do cinema hoje?”, o evento terá 128 filmes nacionais, dois quais 37 são longas-metragens e 91 curtas-metragens. O filme de abertura será o longa-metragem inédito Órfãos do Eldorado, dirigido por Guilherme Coelho, e protagonizado pela atriz Dira Paes, homenageada da mostra deste ano.

Os longas-metragens serão distribuídos entre oito mostras temáticas: Aurora, Homenagem, Transições, Autorais, Sui Generis, Praça, Bendita e Mostrinha – além de uma sessão de Cine-Debate e a sessão de encerramento. Os vencedores das competições receberão o Troféu Barroco, prêmio do festival.

Na Mostra Aurora, seção dedicada à descoberta e experimentação da produção contemporânea brasileira, serão exibidos sete longas de jovens realizadores: A casa de Cecília, de Clarissa Appelt; Mais do que eu possa me reconhecer, de Allan Ribeiro; Medo do escuro, de Ivo Lopes Araújo; O animal sonhado, de Breno Baptista, Luciana Vieira, Rodrigo Fernandes, Samuel Brasileiro, Ticiana Augusto Lima e Victor Costa Lopes; O signo das tetas, de   Frederico Machado; Ressurgentes: um filme de ação direta, de Dácia Ibiapina; e Teobaldo Morto, Romeu Exilado, de Rodrigo de Oliveira. Estas produções concorrem ao prêmio da crítica e ao Prêmio Itamaraty, concedido pelo Ministério das Relações Exteriores,

Já o vencedor da mostra Transições, dedicada a filmes com olhar cinematográfico em construção, será escolhido pelo Júri Jovem. Participam desta seção os longas A despedida, de Marcelo Galvão;  Brasil S/A, de Marcelo Pedroso;  Casa Grande, de Fellipe Barbosa; Com os punhos cerrados, de Luiz Pretti, Pedro Diogenes e Ricardo Pretti; O tempo não existe no lugar em que estamos, de Dellani Lima, e Obra, de Gregorio Graziosi.

Os 91 curtas-metragens serão exibidos em dez mostras: Panorama, Dissonâncias – inaugurada nesta edição do evento-, Praça, Cena Mineira, Cena Regional, Formação, Jovem, Mostrinha e a Mostra Foco, cujo vencedor será definido pelo Júri da Crítica.

Além das mostras de filmes, haverá seminários, oficinas, exposições, lançamentos de livros e DVDs, leituras, apresentações teatrais e intervenções do coletivo #eufaçoamostra. A mostra acontecerá no Largo das Fôrras, com espaço para mais de mil espectadores; na Cine-Tenda, no Largo da Rodoviária, com 700 lugares; e no Cine-Teatro SESI, com 150 lugares. Todas as atividades são gratuitas e abertas ao público.  

Para mais informações e a programação, acesse o site da 18º Mostra de Cinema deTiradentes.


O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top