0

Compartilhe este conteúdo |

Mostra África Hoje 2014
De 04 a 12 de novembro, o Rio de Janeiro recebe no Instituto Moreira Salles, a Mostra África Hoje – que nesta edição homenageia Nélson Mandela. O evento exibirá 16 filmes, entre longas e médias metragens – a maioria inédito no circuito comercial. 
Os filmes da Mostra África Hoje, além de trazer diversos registros da vida de Mandela, também oferecem um vasto panorama da produção africana contemporânea de documentários realizados por cineastas de diversos países como França, Madagascar, Portugal, Moçambique, Angola, Congo, Suíça, Burkina Faso, Tunísia e EUA. 
 O filme de abertura é Vou Cantar para Ti de Jacques Sarasin, inédito no Rio, que aborda de uma forma sensível a história do músico de blues Kar-Kar, original do Mali, cujo trabalho ajuda a explicar as origens desta forma de arte americana, o blues.
 Outro destaque da Mostra é Foi Melhor Amanhã, de Hinde Boujemaa. O filme mostra a luta de Aida, uma mulher tunisiana que tem que reconstruir toda a sua vida, mas não quer olhar para trás. Ela gasta seu tempo se deslocando de um bairro pobre para outro. Impulsionada pela vontade de encontrar um teto para seus filhos, ela não toma conhecimento da revolução intensa que acontece no seu país.
Entre os títulos que homenageiam Mandela está Mandela: Filho de África, Pai de uma Nação, de Angus Gibson e Jo Menell. No documentário, a vida deste líder pode ser acompanhada por meio de entrevistas, com o próprio e com outras personalidades, imagens de arquivo e reportagens. Em Contagem Regressiva, de Danny Schechter e Rory O’Connor, o foco é outro – podem-se acompanhar os bastidores das tensões políticas e os movimentos populares dos dez dias que antecederam as eleições para a presidência da África do Sul, quando Mandela elegeu-se.
O público também terá a possibilidade de ver a África do Sul pós-apartheid nos longas Jeppe numa Sexta, de Shannon Walsh e Arya Lalloor e Soweto em Surf, de Sara Blecher. Jeppe numa Sexta foi filmado por oito mulheres em apenas um dia. Diferentes sul-africanos comungam este mesmo dia na cidade de Jeppestown, representando um microcosmo do que são as misturas étnicas, socioeconômicas e culturais do atual país. Soweto em Surf, entretanto, é um olhar profundo num único mundo - o mundo de uma geração de surfistas de trem na capital Johanesburgo, onde as tensões socioeconômicas são mais acentuadas.

PROGRAMAÇÃO

Dia 04/11 – Terça-feira
20h – Vou Cantar para Ti / I´ll sing for you (76’)
Direção: Jacques Sarasin
País: França, Mali/ Ano: 2001

Dia 05/11 – Quarta-feira
20h – Kadafi, Nosso Melhor Inimigo /  Kadafi, our best enemy  (95’)
Direção: Antoine Vitkine
País: França, Ano: 2011

Dia 06/11 – Quinta-feira
20h – Luanda, a fábrica da música (56’)
Direção: Kiluanje Libkierdade e Inês Gonçalves
País: Angola / Portugal, 2009

21h – Eu fabrico meu balafon / M'bi Balan Blana  (52’)
Direção: Julie Courel
País: Burkina Faso, 2007

Dia 07/11 – Sexta-feira
18h – Foi Melhor Amanhã / Ya Man Aach  (70’)
Direção: Hinde Boujemaa
País: Tunísia, 2012

20h – Jeppe numa Sexta / Jeppe on a Friday (87’)
Direção: Shannon Walsh & Arya Lalloo
País: Canadá e África do Sul, 2012

Dia 08/11 – Sábado
 16h - Mandela: Filho de África, Pai de uma Nação / Mandela Son of Africa Father of a Nation (120’)
Direção: Angus Gibson e Jo Mennell
País: África do Sul, 1996

18h – Debate

19h30 - Amílcar Cabral  (60’)
Direção: Ana Ramos Lisboa
País: Portugal / Moçambique, 2001

Dia 09/11 – Domingo
16h – Soweto em Surf  / Surfing Soweto (74’)
Direção: Sara Blecher
País: África do Sul, 2009/2010

18h - Rumba do Rio / Rumba River (81’)
Direção: Jacques Sarasin
País: República Democrática do Congo, 2006

20h - Ady Gasy/ Ady Gasy (82’)
Direção: Lova Nantenaina
País: França / Madagascar, Ano: 2014

Dia 11/11 – Terça-feira
18h – Prisioneiros da Esperança / Prisoners of Hope (60’)
Direção: Danny Schechter
País: África do Sul, 1995

20h – Contagem Regressiva / Countdown to Freedom (90’)
Direção: Danny Schechter
País: EUA e África do Sul, Ano: 1994

Dia 12/11 – Quarta-feira
18h – Capitão Thomas Sankara / Captain Thomas Sankara (90’)
Direção: Christophe Cupelin
País: Suíça, 2012

20h – Camarões, Autopsia de uma Independência Cameroun Autopsie of Independence  (52’)
Direção: Valérie Osouf e Gaëlle Le Roy
País: França, 2007

21h - Fahrenheit 2010 (52’)
Direção: Craig Tanner
País: África do Sul, 2009.

SERVIÇO

MOSTRA ÁFRICA HOJE
04 a 12/11
Instituto Moreira Salles
Rua Marquês de São Vicente, 476, Gávea - Rio de Janeiro  - RJ
Tel.: (21) 3284-7400
Ingressos a R$ 8 e R$ 4 (meia)

Programação Completa: www.mostraafricahoje.blogspot.com.br



O Cinema está na Rede e também no Twitter
O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top