0

Compartilhe este conteúdo |

Assassinos também têm coração. Essa parece ser a premissa de 3 Dias Para Matar, com Kevin Costner que, se não salva o filme dirigido por McG, pelo menos empresta seu carisma a um dos mais improváveis espiões que o cinema já viu. O cenário - Paris, também ajuda.

O agente da CIA Ethan Renner (Costner) passou a vida perseguindo bandidos, deixando de lado sua família. Sofrendo de um mal incurável, decide tentar se aproximar de Zooey (Hailee  Steinfeld), a filha adolescente, mas é convencido a voltar à ativa em troca de uma droga experimental que pode lhe garantir mais algum tempo de vida. Enquanto tenta cumprir sua missão - eliminar o sanguinário The Wolf (Richard Sammel), descobre as delícias e agruras de ser pai.


Misto de thriller, comédia e filme-família, "3 Dias Para Matar"é bem produzido - e inverossímel



Poster do filme "3 Dias Para Matar"
Baseado em uma história de Luc Besson (Lucy), que a co-roteirizou com Adi Hasak, 3 Dias Para Matar  traz a marca do diretor francês: argumento fraco, diálogos primários, muita ação, muito tiroteio. Há momentos constrangedores, como o fato de Ethan passar mal e desmaiar toda vez que está prestes a capturar o bandido, e mesmo assim sobreviver. Os policiais parisienses são ridicularizados e retratados como idiotas, quando Ethan denuncia que seu apartamento foi ocupado por uma família de imigrantes africanos. No fim, o super espião moribundo está tão magnânimo - por causa da doença, talvez?, que permite que os invasores fiquem no imóvel. 

O roteiro tira partido da beleza de Paris - o que em si, não representa mal nenhum, mas quem ensinaria a filha já crescida a andar de bicicleta em Montmartre, diante da igreja do Sacré Coeur?! Algumas piadas até são engraçadas; por causa dos jeans gastos e da indefectível jaqueta, Ethan é chamado de cowboy, e numa cena dizem que "ele é de Brokeback Mountain." Também é divertida a solução encontrada quando ele precisa se livrar da vestimenta usual.Do mesmo modo, as sequencias de perseguição em automóvel são rápidas e excitantes.

O longa poderá agradar às mulheres, principalmente as mais maduras, aquelas que acompanham a carreira de Costner desde que ele dançava com lobos ou garantia a segurança de uma diva. Os homens podem apreciar as cenas de ação, sem se importar muito com lógica ou coerência - como é frequente nessa situação. Não chega a ser um ponto alto para o ator e diretor premiado com um Oscar, mas tem final feliz.

Por Gilson Carvalho

Nota 5






Ficha Técnica

3 Dias Para Matar (3 Days to Kill) – 113 min.
França/EUA - 2014
Diretor: McG
Roteiro: Luc Besson e Adi Hasak
Elenco: Kevin Costner, Hailee Steinfeld, Connie Nielsen, Richard Sammel, Tómas Lemarquis, Amber Heard


Estreia: 11/09

Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top