0


Compartilhe este conteúdo |

A História da Eternidade, do pernambucano Camilo Cavalcante, foi o grande vencedor do 21º Festival de Vitória. A ficção levou os prêmios de Melhor Filme, Melhor Direção (longa-metragem) e Melhor Interpretação, para Irandhir Santos. A cerimônia de premiação foi realizada na noite de 17 de setembro no Theatro Carlos Gomes, no centro de Vitória, onde também foi exibido o longa Macunaíma, de Joaquim Pedro de Andrade, que fez parte da homenagem que o festival prestou este ano ao ator Paulo José.
Também foram premiados os longas Branco Sai. Preto Fica”, de Adirley Queiróz (DF),  com Melhor Roteiro e Melhor Contribuição Artística pelo Desenho Sonoro; Batguano, de Tavinho Teixeira (PB), com o Prêmio Especial do Júri,  e Entreturnos, de Edson Ferreira (ES), com o Prêmio do Júri Popular foi o filme capixaba estreante
Os curtas da mostra competitiva nacional competiram em  11 categorias e o troféu de Melhor Filme foi para O Clube, de Allan Ribeiro (RJ), que venceu nas categorias Melhor Filme e Melhor Ator, láurea que foi distribuída para o elenco como um todo. A ficção mineira Quinze levou os troféus de Melhor Roteiro, para o diretor e roteirista Maurílio Martins, e de Melhor Atriz para Karine Teles. Duas produções capixabas foram agraciadas com o Troféu Marlin Azul: A Cor do Fogo e a Cor da Cinza, de André Félix, recebeu o Prêmio Especial do Júri; e No Devagar Depressa do Tempo, de Eliza Capai, ficou com o Prêmio do Júri Popular.  
Iniciado na última sexta-feira (12), o Festival de Vitória reuniu cineastas, produtores, atores e jornalistas do Brasil inteiro na capital do Espírito Santo e apresentou uma extensa e variada programação em torno da arte cinematográfica com mostras, debates, lançamentos, oficinas, concursos e homenagens. Ao longo de seis dias, foram cerca de 80 filmes, entre curtas e longas, de 12 estados brasileiros, distribuídos em nove mostras competitivas e paralelas. O evento recebeu um público estimado em 20 mil pessoas.
 FILMES PREMIADOS

MOSTRA COMPETITIVA NACIONAL DE LONGAS
Troféu Marlin Azul - Melhor Filme: “A História da Eternidade”, de Camilo Cavalcante (PE).
Troféu Marlin Azul - Melhor Direção: Camilo Cavalcante, por “A História da Eternidade” (PE).
Troféu Marlin Azul - Melhor Interpretação: Irandhir Santos, por “A História da Eternidade”, de Camilo Cavalcante (PE).
Troféu Marlin Azul - Melhor Roteiro: Adirley Queirós, por “Branco Sai. Preto Fica”, de Adirley Queiróz (DF).
Troféu Marlin Azul - Contribuição Artística (Desenho de som): “Branco Sai, Preto Fica”, de Adrley Queiróz (DF).
Troféu Marlin Azul - Prêmio Especial do Júri: “Batguano”, de Tavinho Teixeira (PB).
Troféu Marlin Azul - Júri Popular: “Entreturnos”, de Edson Ferreira (ES).

MOSTRA COMPETITIVA NACIONAL DE CURTAS
Troféu Marlin Azul - Melhor Filme: “O Clube”, de Allan Ribeiro (RJ).
Troféu Marlin Azul - Melhor Atriz: Karine Teles, por “Quinze”, de Maurílio Martins (MG).
Troféu Marlin Azul - Melhor ator: o elenco de “O Clube”, de Allan Ribeiro (RJ).
Troféu Marlin Azul - Direção de Arte: Juliano Dornelles, por “Loja de Répteis”, de Pedro Severien (PE).
Troféu Marlin Azul - Montagem: Gabriel Martins, por “Mundo Incrível Remix”, de Gabriel Martins (MG).
Troféu Marlin Azul - Concepção Sonora: Thiago Camargo, por “Viagem na Chuva”, de Wesley Rodrigues (GO).
Troféu Marlin Azul - Roteiro: Maurílio Martins, por “Quinze”, de Maurílio Martins (MG).
Troféu Marlin Azul - Fotografia: Juliane Peixoto e Filipe Acácio, por “O Completo Estranho”, Leonardo Moramateus (CE).
Troféu Marlin Azul - Melhor Direção: Gustavo Vinagre, por “La Llamada” (SP).
Troféu Marlin Azul - Prêmio Especial do Júri: “A Cor do Fogo e a Cor da Cinza”, de André Félix (ES).
Troféu Marlin Azul - Júri Popular: “No Devagar Depressa do Tempo”, de Eliza Capai (ES-SP).

OUTRAS MOSTRAS COMPETITIVAS

Mostra Foco Capixaba
Troféu Marlin Azul -  Melhor Filme: “Vitória F.C.”, de Vitor Graize e Igor Pontini

Mostra Quatro Estações
Troféu Marlene: “Canto de Outono”, de André Antônio

Mostra Corsária
Troféu Corsário: “Dia Branco”, de Thiago Ricarte
Troféu Corsário: “O Porto”, de Clarissa Campolina, Julia de Simone, Luiz Pretti e Ricardo Pretti
Troféu Corsário: “Estudo em Vermelho”, de Chico Lacerda
Menção Honrosa: “Multidões”, de Camila Vieira.

Mostra Outros Olhares
Troféu Marlin Azul - Júri Popular: “Mulheres do Congo”, de Sandy Vasconcelos

Festivalzinho de Cinema
Troféu Marlin Azul - Júri Popular: “#Apaixonadinho”, Alexandre Estevanato

Mostra de Animação

Troféu Marlin Azul - Júri Popular: “Guida”, de Rosana Urbes

Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no TwitterO Cinema está na Rede e também no Facebook



Postar um comentário

 
Top