0

Compartilhe este conteúdo |



Cena do filme "Os Mercenários 3"
Mirando um público mais amplo, Os Mercenários 3 traz como novidade um novo grupo de renegados, bem mais jovens. Porém,  para garantir, os veteranos continuam lá, nem tão firmes e fortes, mas cada vez mais unidos em torno do seu líder, que apesar de matar por dinheiro, se mostra, no fundo, um cara gente boa.  

O filme começa em alta voltagem, mostrando Barney (Sylvester Stallone) e seu time resgatando Doc (Wesley Snipes) de um trem chinês de segurança máxima. Com o novo integrante, tentam e fracassam na missão de capturar um poderoso traficante de armas, na qual um companheiro é gravemente ferido, Barney decide então dispensar o grupo e arrimentar mercenários jovens para tentar novamente. O alvo, ele descobre, é osso duro de roer: Conrad Stonebanks (Mel Gibson), que supostamente havia morrido. Sob a supervisão de (Harrison Ford), vai até uma ex-república soviética travar uma batalha feroz contra o exército comandado pelo ex-mercenário que mudou de lado.


"Os Mercenários 3": muita ação e mortes sem sangue para um público que gosta disso


Poster do filme "Os Mercenários 3"Se é interessante ver tantos grandes nomes juntos, também é verdade que não há nenhuma inovação em relação às produções anteriores (exceto a ausência de Bruce Willis que, aparentemente, não acertou o salário). Por isso é curioso ver Mel Gibson no lado “errado.” E são dele, exatamente, as melhores sequências, que permitem alguma composição de personagem. Outros destaques são Antonio Banderas, que fornece a nota cômica ao fazer um assassino com alguns parafusos a menos e Harrison Ford fazendo manobras eletrizantes em um helicóptero.

Por outro lado, apesar de darem conta do recado, os novos mercenários não empolgam tanto quanto os antigos. A parte em que eles são recrutados é longa demais e não há uma integração entre todo o grupo. Stallone é mais bem sucedido por trás das câmeras, como produtor, co-autor do roteiro do que diante dela. 

Mas, a grande virtude de Os Mercenários é ser, assumidamente, um filme-pipoca, sem qualquer pretensão maior do que garantir duas horas de diversão (quase) pueril. Com mortes sem sangue e muita pirotecnia, resgata um tipo de filme de ação meio fora de moda na era dos super efeitos visuais. No fim, o que importa, realmente, é que o público a que se dirige vai ter aquilo que espera. 

Por Gilson Carvalho

Nota 6,5




Ficha Técnica

Os Mercenários 3 (The Expendables 3)  126 min.
EUA – 2104
Diretor: Patrick Hughes
Roteiro: Sylvester Stallone, Creighton Rothenberger e Katrin Benedikt
Elenco: Sylvester Stallone, Jason Statham, Harrison Ford, Arnald Schwarzenegger,  Mel Gibson,  Wesley Snipes, Dolph Lundgren, Antonio Baderas, Randy Couture, Kelsey Grammer, Terry Crews,  Glen Powell, Victor Ortiz, Ronda Rousey, Kellan Lutz 

Estreia 21/08


Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top