0

Compartilhe este conteúdo |

Cena do filme "O Que Será de Nozes?"
Nos últimos anos, animações de diversas origens têm chegado ao mercado, quebrando o monopólio dos grandes estúdios americanos. O mais novo exemplo é O Que Será de Nozes?, que chega ao circuito brasileiro pouco depois Khumba,  O Congresso Futurista, Uma Aventura Lego, para citar alguns. 

Em um parque, os animais estão preocupados com a falta de alimento para sobreviver ao próximo inverno. O líder do bando, o guaxinim Racoon (voz de Liam Neeson) convoca os mais valentes para procurar comida. A primeira ideia é assaltar um carrinho de amendoim, mas os dois escalados, os esquilos Grayson (Brendan Fraser) e Andie (Katherine Heigl) têm que enfrentar a concorrência do egoísta esquilo Surly (Will Arnett), que junto com seu único amigo, o ratinho mudo e abobado Buddy quer a mesma coisa. Por isso, a tentativa fracassa, e pior, provoca a destruição da grande árvore onde viviam e estocavam as últimas reservas de nozes. A solução é partir para o depósito, que na verdade serve de disfarce para um grupo de ladrões humanos que tencionam escavar um túnel para roubar milhões de um banco.

"O Que Será de Nozes?" apresenta boa técnica mas roteiro fraco e sem novidades


Poster do filme "O Que Será de Nozes?"Se tecnicamente O Que Será de Nozes?pode ser comparado às produções da Pixar ou Disney, em termos de roteiro  não traz nenhum originalidade. Pelo contrário, limita-se a reproduzir a já batida disputa do bem x mal, de forma maniqueísta como sempre.  Os personagens são esquemáticos: tem o egocêntrico, o vaidoso, o idiota, a conciliadora, todos muito previsíveis. Os únicos realmente engraçados são as marmotas, que fazem disputas de peidos e arrotos. O final apresenta o discurso moralista de sempre: os bons são recompensados, a união faz a força, etc. Por isso, a produção é mais indicada para crianças. 

Uma curiosidade é a presença do cantor coreano Psy com seu indefectível  hit Gangnam Style nos créditos finais. A explicação está no fato de O Que Será de Nozes? ser um co-produção Canadá/Coréia do Sul/ Estados Unidos, que conta, inclusive, com um grande número de técnicos daquele país oriental. Bom para o cinema, especialmente o de animação, já que podemos vislumbrar novas produções coreanas do gênero em breve.

Por Gilson Carvalho

Nota 5,5 



Ficha Técnica

O Que Será de Nozes (The Nut Job) – 86 min. 
Canadá / Coréia do Sul / EUA
Diretor: Peter Lepeniotis
Roteiro: Lorne Cameron
Elenco: (Vozes) Will Arnett, Liam Neeson, Brendan Fraser, Katharine Heigl, Maya Rudolph, Stephen Lang, Sarah Gadon  

Estreia: 14/07

Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top