0


Compartilhe este conteúdo |


Com a premiação dividida entre vários concorrentes, foi encerrado no último sábado, 16 de agosto, o 42º Festival de Cinema de Gramado. A Despedida, de Marcelo Galvão, levou três prêmios (Melhor Diretor, Melhor Ator – Nelson Xavier, Melhor Atriz, - Juliana Paes e Melhor Fotografia - Eduardo Makino). Infância, de Domingos de Oliveira, ganhou outros três (Melhor Roteiro – Domingos de Oliveira, Melhor Ator Coadjuvante – Paulo Betti e Melhor Montagem - Tina Saphira). Mas o melhor Longa-metragem brasileiro foi A Estrada 47, de Vicente Ferraz, que levou o troféu também o prêmio de Melhor Som.

Para o Júri Popular, o melhor filme foi O Segredo dos Diamantes, de Helvécio Ratton. Fernanda Montenegro ganhou um prêmio especial do júri, assim como o épico gaúcho Os Senhores da Guerra, de Tabajara Ruas.

Entre os longas latinos também houve polarização. El Lugar Del Hijo e Las Analfabetas levaram três prêmios cada. O primeiro ganhou Melhor Filme, Melhor Ator - Felipe Dieste e Melhor Roteiro - Manuel Nieto; o segundo, Melhor Diretor (Moisés Sepúlveda), Melhor Atriz (Paulina Garcia e Valentina Muhr) e Melhor Fotografia (Arnaldo Rodriguez). O Prêmio Dom Quixote foi para Las Analfabetas, de Moisés Sepúlveda. Para o júri popular, porém, o vencedor foi  Esclavo de Dios, de Joel Novoa.

Entre os curtas, quatro produções diferentes levaram os prêmios principais: Melhor Filme, para Se Essa Lua Fosse Minha, de Larissa Lewandowski; Melhor Diretor para Gustavo Vinagre, por La Llamada; Melhor filme / Júri Popular para A Pequena Vendedora de Fósforos, de Kyoko Yamashita e Prêmio Especial do Júri para O Clube, de Allan Ribeiro.

A crítica especializada escolheu  Sinfonia da Necrópole, de Juliana Rojas, como melhor Longa brasileiro,  El Crítico, de Hernán Guerschuny, como melhor longa latino e  La Llamada, de Gustavo Vinagre, como melhor curta.

PREMIADOS

LONGAS-METRAGENS BRASILEIROS

Melhor filme - A Estrada 47, de Vicente FerrazMelhor diretor - Marcelo Galvão, por A Despedida
Melhor ator - Nelson Xavier, por A Despedida
Melhor atriz - Juliana Paes, por A Despedida
Melhor roteiro - Domingos Oliveira, por Infância
Melhor ator coadjuvante -Paulo Betti, por Infância
Melhor atriz coadjuvante - Andrea Buzato, por Os Senhores da Guerra
Melhor fotografia - Eduardo Makino, por A Despedida
Melhor montagem - Tina Saphira, por Infância
Melhor direção de arte - Moacyr Gramacho, por A Luneta do Tempo
Melhor trilha musical  - Alceu Valença, por A Luneta do Tempo
Melhor desenho de som - Branco Neskov, por A Estrada 47
Melhor filme / Júri Popular - O Segredo dos Diamantes, de Helvécio RattonPrêmio Especial do Júri (1) - Os Senhores da Guerra, de Tabajara RuasPrêmio Especial do Júri (1) - Fernanda Montenegro, por Infância

CURTAS-METRAGENS

Melhor filme - Se Essa Lua Fosse Minha, de Larissa LewandowskiMelhor diretor - Gustavo Vinagre, por La Llamada
Ator - Guilherme Silva, por Carranca
Atriz - Rafaela Souza, por Carranca
Roteiro - Caio Ryuichi Yossimi, por O Coração do Príncipe
Fotografia - Giovanna Pezzo, por La Llamada
Montagem - Carlos Adriano, por Sem Título #1: Dance of Leitfossil
Direção de arte - Caio Ryuichi Yossimi, por O Coração do Príncipe
Trilha musical - Sem Título #1: Dance of Leitfossil
Desenho de som - Guga Rocha, por História Natural
Prêmio Especial do júri - O Clube, Allan RibeiroMelhor filme / Júri Popular - A Pequena Vendedora de Fósforos, de Kyoko Yamashita
LONGAS-METRAGENS LATINOS 

Melhor filme  - El Lugar Del Hijo, de Manuel Nieto
Melhor diretor - Moisés Sepúlveda, por Las Analfabetas
Melhor ator - Felipe Dieste, por El Lugar Del Hijo
Melhor atriz - Paulina Garcia e Valentina Muhr, por Las Analfabetas
Melhor roteiro - Manuel Nieto, por El Lugar Del Hijo
Melhor fotografia - Arnaldo Rodriguez, por Las Analfabetas
Melhor filme / Júri Popular - Esclavo de Dios, de Joel Novoa

JÚRI DA CRÍTICA

Melhor longa brasileiro / Júri da Crítica - Sinfonia da Necrópole, de Juliana Rojas
Melhor longa latino / Júri da Crítica - El Crítico, de Hernán Guerschuny
Melhor Curta / Júri da Crítica - La Llamada, de Gustavo Vinagre

Prêmio Canal Brasil - A Pequena Vendedora de Fósforos, de Kyoko Yamashita

Prêmio Dom Quixote - Las Analfabetas, de Moisés Sepúlveda



Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no TwitterO Cinema está na Rede e também no Facebook



Postar um comentário

 
Top