0

Compartilhe este conteúdo |

Cena do filme "Planeta dos Macacos: O Confronto"
Planeta dos Macacos: O Confronto, de Matt Reeves, é a continuação de Planeta dos Macacos, A Origem, de 2011, de Rupert Wyat. O sucesso do filme estrelado por James Franco, e que recomeçou a contar a história da conquista da Terra pelos símios, fez esquecer o fiasco proposto por Tim Burton em 2001.  O mérito é, em grande parte, do roteiro de Rick Jaffa, Amanda Silver e Mark Bomback, que definiram de maneira clara (ainda que estereotipada) as personalidades e motivações de cada personagem principal, seja humano ou símio. Além disso, privilegiaram a narrativa clássica tendo ao centro o bem x mal, atraindo em cheio o público que este tipo de público mira. 

Se no filme anterior Caesar cresce como uma cobaia que pouco a pouco vai ganhando a afeição do cientista que dirige os estudos para encontrar a cura para o mal de Alzheimer, aqui ele está isolado dos homens, depois de ter involuntariamente disseminado a vírus que praticamente destruiu toda a humanidade. A contextualização é feita através da apresentação de manchetes e telejornais que estampam as terríveis consequências do fracassado experimento.

Poster do filme "Planeta dos Macacos: O Confronto"Desta vez, Caesar (Andy Serkis) é o líder da comunidade dos macacos que vivem em um bosque perto de San Francisco, Califórnia. Auto-suficientes e cada vez mais inteligentes, vivem em harmonia até verem seus domínios serem invadidos por humanos que, sem energia, planejam reativar uma velha hidrelétrica danificada. Isso coloca os dois grupos em confronto. Caberá a Malcolm (Jason Clarke) e família conquistar a confiança de Caesar para atingir seu objetivo. Porém, em ambos os lados há quem prefira o combate: Dreyfus (Gary Oldman) e Koba (Toby Kebbell).

Tecnicamente perfeito,o filme não foge porém da atual tendência do chamado cinema-caos, com muitas explosões, tiroteios desvairados e, por isso, muito barulho. É notável o trabalho dos atores que representam os macacos, principalmente o protagonista, Andy Serkis, que já havia se destacado no filme anterior e em O Senhor dos Anéis (2001), de Peter Jackson, quando fez Smeagol. As expressões faciais e a intonação da voz impressionam. Já os personagens humanos não exigem de seus intérpretes grandes mostras de talento. Obviamente, a tecnologia tem um papel fundamental, mas a ênfase é dada ao comportamento dos dois grupos, e o questionamento sobre quem na verdade é o selvagem. A resposta será dada nos próximos capítulos.

Por Gilson Carvalho

Nota 9



Ficha Técnica

O Planeta dos Macacos: O Confronto (Dawn of the Planet of the Apes ) -131 min.
EUA – 2104
Direção:  Matt Reeves
Roteiro: Rick Jaffa, Amanda Silver, Mark Bomback
Elenco: Andy Serkis, Jason Clark, Gary Oldman, Keri Russel, Toby Kebbell, Kodi Smit-McPhee, Judy Greer, Kirk Acevedo, Karin Konoval 

Estreia: 24/07


Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top