0

Compartilhe este conteúdo |


Cena do filme "Hoje Eu Quero Voltar Sozinho"
Em seu primeiro longa-metragem, Hoje Eu Quero Voltar Sozinho, o diretor e roteirista Daniel Ribeiro apresenta uma história sobre o cotidiano de estudantes adolescentes nos dias atuais, em especial, o jovem deficiente visual Leo (Ghilherme Lobo) e sua melhor amiga Giovana (Tess Amorim), sob um olhar genuíno e ao mesmo tempo avassalador, por tamanha veracidade em seu relato, que se deve, e muito, à atuação do protagonista.

Leo é um garoto que já nasceu cego, sem nunca ter visto um corpo feminino e masculino despido. A partir deste argumento, o longa investiga a origem de nossa sexualidade, justamente em uma fase repleta de mudanças hormonais. Na tentativa de encontrar uma resposta, o filme, premiado em duas categorias no Festival de Berlim, mapeia os quatro sentidos sensoriais do adolescente.

Hoje Eu Quero Voltar Sozinho” retrata a descoberta da sexualidade de forma original


Poster do filme "Hoje Eu Quero Voltar Sozinho"Quando o recém chegado ao colégio Gabriel (Fabio Audi) aparece na trama, pouco a pouco o protagonista descobre a sua orientação sexual. O toque de mão entre eles quando Leo empresta uma borracha, a voz agradecida de Gabriel no ouvido dele, o momento da masturbação, aguçado pelo cheiro no casaco do novo aluno, deixado na casa dele. Até o beijo, a prova real do amor entre os dois.

A trilha sonora dos anos 80 e 90 embala, mesmo que de forma inverossímil, a paixão entre os dois. De David Bowie a Belle & Sebastian, a música clássica de Bach e Beethoven é deixada para trás. Já a direção de arte segue também um caminho próprio, como ponto máximo o vestuário dos estudantes na festa da turma do colégio, bem como os objetos da casa da anfitriã.

Em tempos onde o filme LGBT Azul é a Cor mais Quente vence o Festival de Cannes, o reality show BBB tem participação de duas lésbicas, e até recentemente o assunto da grande massa era o beijo entre 2 homens na novela global Amor à Vida, poderia se dizer que Hoje Eu Quero Voltar Sozinho é fruto desta leva. Mas não, o tratamento do filme vai além e desmitifica o estereótipo do personagem homossexual nos meios de comunicação.


Nota: 8,5


Hoje Eu Quero Voltar Sozinho - 95 min
Brasil – 2014
Direção: Daniel Ribeiro
Roteiro: Daniel Ribeiro
Elenco: Fabio Audi, Ghilherme Lobo, Tess Amorim e Selma Egrei

Estreia: 10/04

Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top