0

Compartilhe este conteúdo |

Cena do filme "Tudo Por Justiça"
Em Tudo Por Justiça, o diretor e co-roteirista Scott Cooper lança seu olhar em direção às regiões empobrecidas e esvaziadas dos Estados Unidos. Antes rico e poderoso graças à indústria siderúrgica, nas últimas décadas o nordeste americano vem perdendo peso e população, vivendo um vazio que se reflete na vida dos seus habitantes, como os irmãos Russell (Christian Bale) e Rodney Baze (Casey Affleck).

Em 2008, na pequena North Braddock, interior da Pensilvânia, Russel trabalha em uma siderúrgica, cuida do pai doente e do irmão menor Rodney e tem um ótimo relacionamento com Lena (Zoë Saldana). Um acidente o leva à penitenciária, onde tenta se manter longe de confusão. Alguns anos depois, ao sair da prisão, Russel tenta retomar a vida que tinha, mas é impossível: a namorada o deixou, o pai morreu e seu irmão está envolvido em  brigas por dinheiro, uma espécie de UFC sem octógono nem transmissão pela TV. Devendo bastante dinheiro a Tom Petty (William Dafoe), Rodney insiste em lutar no interior de Nova Jersey, em competições organizadas por Harlan DeGroat (Woody Harrelson), sem saber onde está se metendo.

 “Tudo Por Justiça”: pobreza e violência transformam sonho americano em pesadelo


Poster do filme "Tudo Por Justiça"Segundo longa de Cooper (o primeiro foi Coração Louco, de 2009, que deu o Oscar a Jeff Bridges), Tudo Por Justiça tem uma narrativa que parece indecisa entre ser um thriller e um drama intimista. Embora a integração entre os dois gêneros seja possível, nem sempre isso acontece neste caso. O calor das fornalhas da siderúrgica parece inflamar os instintos primários apenas de Rodney, enquanto Russell permanece quase sempre sereno, conformado. Outro problema na construção dos personagens é que Russell  é irremediavelmente decente, DeGroat é irrecuperavelmente mau. Rodney é mais humano, vivendo altos e baixos e sofrendo as sequelas deixadas por quatro temporadas no Iraque. 

Assim mesmo, os atores fazem o que sabem. Bale é soberbo, colocando cada expressão física e cada silêncio a serviço da trama. Harrelson faz cara de bad boy, chegando a ser engraçado e Affleck, alterna bons e maus momentos, crescendo quando atua junto à Bale. Do restante do elenco, William Dafoe demonstra segurança, e Sam Shepard e Forest Whitaker têm pouco espaço, mas fazem o que se espera de dois  reconhecidamente ótimos profissionais. 

Além do elenco de primeira,  tem destaque a fotografia de Masanobu Takayanagi (de O Lado Bom da Vida) que consegue extrair beleza de um árido ambiente industrial e a canção tema, Release, do grupo Pearl Jam. 

Por Gilson Carvalho

Nota 7,5



Ficha Técnica

Tudo Por Justiça (Out of the Furnace) - 117 min.
EUA\- 2014
Direção: Scott Cooper
Roteiro: Scott Cooper e Brad Ingelsby
Elenco: Christian Bale, Woody Harrelson, Casey Affleck, Forest Whitaker, Zoe Saldana, William Dafoe, Sam Shepard

Estreia 27/03

Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top