0

Compartilhe este conteúdo |


Cena do filme "Eles Voltam"Ganhador dos prêmios – muito merecidos – de melhor filme, melhor atriz e melhor atriz coadjuvante no Festival de Brasília de 2012, Eles voltam arrebata o espectador com uma trama intimista, que traz à tona a temática da desigualdade entre as classes.

Deixados à beira da estrada como castigo após uma briga, Cris (Maria Luiza Tavares) e seu irmão mais velho, Peu (Georgio Kokkosi), aguardam a volta dos pais. O que os jovens acharam que seria apenas um “susto” acaba se transformando em uma longa espera. Até que Peu decide procurar um posto de gasolina e obriga a irmã a esperar por ele ali mesmo, no ponto em que foram deixados. Sem sinal do irmão, Cris começa a trilhar seu caminho de volta para casa.

Eles voltam”: com sensibilidade, garota descobre realidade fora de seu mundinho de classe média


Os silêncios, aqui, dizem muito. Os diálogos tampouco vêm de maneira gratuita; têm um porquê, uma razão de ser. E nessa quietude, misto de receio e descoberta, uma garota de doze anos sai da bolha que envolve seu mundo de menina de classe média da capital pernambucana, e passa a ver com os próprios olhos outras realidades bem diferentes da sua, em uma sucessão de encontros improváveis.

Poster do filme "Eles Voltam"Mãos estendidas. É o que Cris encontra quando se vê completamente sozinha, perdida. É alimentada e hospedada por pessoas que mal têm um teto para si próprias, que enfrentam conflitos devido à condição de sem-terra ou que simplesmente são donas de uma vida humilde e sem grandes perspectivas. O vislumbre dessas vidas ganha primor com a presença de pessoas reais. A opção do diretor Marcelo Lordello por não atores nos papéis de destaque foi tão acertada como essencial. A singeleza complementa de maneira ideal a sensibilidade da trama, que reina absoluta e que para isso não precisa de excessos.

Eles voltam é todo sensações. Desde a menina que amplia seu olhar e cresce por dentro, cujas mãos nuas tocam o chão de terra e folhas ressecadas enquanto divide palavras tímidas com a garota de mundo tão diferente do seu, até os contrastes, brutais. Como uma Alice através do espelho, silenciosa, Cris observa, escuta e vivencia um mundo do qual apenas havia ouvido falar – provavelmente de forma desatenta – no noticiário na hora do jantar.

Se o caminho percorrido por Cris a leva de volta para casa, as transformações operadas em seu interior, estas, já não têm volta. E a resposta da menina ao avô – que defende o desalojamento de trabalhadores sem-terra – vem ligeira, como se dirigida também ao espectador: “Se visse como essa gente vive, o senhor não falaria dessa maneira”.

Por Aline T.K.M.

Nota 9,5



Ficha Técnica

Eles voltam – 95 min.
Brasil – 2012
Direção: Marcelo Lordello
Roteiro: Marcelo Lordello
Elenco: Maria Luiza Tavares, Georgio Kokkosi, Elayne de Moura, Mauricéia Conceição, Jéssica Gomes de Brito, Clara Oliveira, Germano Haiut, Teresa Costa Rêgo, Irma Brown.

Estreia: 07/03

Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top