0

Compartilhe este conteúdo |



O thriller Os Suspeitos traz às telas todos os atributos do gênero, verdades ocultas, novos personagens misteriosos que aparecem como fio condutor narrativo, e  frases como “nem tudo o que aparenta ser é” e “o inimigo é aquele que menos se espera” podem ser agregados, sem clichês, ao longa. Instigante, a narrativa convida o espectador a refletir sobre todos os detalhes do misterioso desaparecimento das filhas dos casais Keller (Hugh Jackman) e Holly (Melissa Leo, O Vencedor) e Franklin (Terrence Howard) e Nancy (Viola Davis, Histórias Cruzadas), durante um aparente aprazível almoço do dia de ação de graças entre as duas famílias.

Para resolver o mistério dos sequestros das crianças, o detetive Loki (Jake Gyllenhaal) se vê em meio a um imenso quebra cabeça seguindo as pistas à maneira de um policial ético, mas ao liberar o principal suspeito (Paul Dano), Keller tenta fazer justiça com as próprias mãos para encontrar a sua filha, travando um duelo integro entre os dois protagonistas. A imersão de Loki na resolução do caso faz alusão ao outro excelente filme de mesmo gênero, Zodíaco, dirigido por David Fincher, e a semelhança acentua-se por ser interpretado pelo mesmo ator (Jake).

Os Suspeitos” exibe alta tensão em um enredado mistério, com alusões a filmes de qualidade


Nos planos repletos de matizes de tons azuladas do frio da Pensilvânia (Estados Unidos), a fotografia do inglês Roger Deakins (dez vezes indicado ao Oscar de Melhor Fotografia) incrementa a narrativa, somada as atuações seguras e convincentes, e diálogos amarrados.  O pouco uso do recurso auditivo da trilha sonora passa-se despercebido, lembrando outro grande filme, Onde os Fracos não têm vez (no qual Roger Deakins é também o responsável pela fotografia).  Na direção, a competência já vista em Incêndios (indicado ao Oscar de melhor filme, que inclusive ganhou uma adaptação teatral produzida e protagonizada pela atriz Marieta Severo), do diretor canadense Denis Villeneuve é confirmado mais uma vez ao elaborar um conjunto de clímax ao longo de quase 3 horas de projeção, aguçando a curiosidade na medida em que a trama se desenvolve, fazendo Os Suspeitos parecer um filme de duração de 90 minutos.

Orçado em US$ 46 milhões, e alcançando cerca de US$ 80 milhões nos Estados Unidos e Europa o longa produzido pelo ator Mark Wahlberg, é um daqueles filmes intrigantes, levando aos mais sensíveis, os nervos à flor da pele pela intensa carga dramática, e de quebra, um ponto de interrogação na cabeça depois do seu término. Um resultado fruto de um entretenimento levado à sério.


Nota: 8,5



Ficha Técnica

Os Suspeitos (Prisoners) – 153 min
EUA – 2013
Direção: Denis Villeneuve
Roteiro: Aaron Guzikowski
Elenco: Hugh Jackman, Jake Gyllenhall, Viola Davis, Paul Dano, Terrence Howard, Melissa Leo, Maria Bello

Estreia: 18/10


O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top