0

Compartilhe este conteúdo |



37ª Mostra Internacional de Cinema acontece de 18 a 31 de outubro, em São Paulo, trazendo as principais tendências, temáticas, narrativas e estéticas produzidas no cinema contemporâneo em todo o mundo. Este ano serão exibidos cerca de 350 títulos em mais de 20 locais, entre cinemas, espaços culturais e museus espalhados pela capital paulista.

A  Mostra é composta por cinco seções: Competição Novos Diretores,  que exibe títulos de diretores que tenham realizado até dois longas (os mais bem votados pelo público serão vistos pelo Júri Internacional, que escolhe posteriormente os que vão receber o Troféu Bandeira Paulista); Perspectiva Internacional,  que apresenta um panorama do recente cinema mundial;Retrospectivas – seção com obras de diretores importantes ou mesmo desconhecidos; Apresentações Especiais,  exibição de clássicos ou de filmes de diretores que estão sendo homenageados pela Mostra; Mostra Brasil,  títulos brasileiros inéditos em São Paulo. 

Haverá ainda uma série de homenagens. A primeira é a um dos mais importantes cineastas de todos os tempos: Stanley Kubrick, que terá seu trabalho e vida apresentados na forma de exposição, livro e retrospectiva de seus filmes, em versão digital restaurada.

Outro homenageado é o diretor Eduardo Coutinho, por ocasião dos seu 80 anos de vida. Além de uma retrospectiva, haverá o lançamento do livro “Eduardo Coutinho”, uma coletânea de textos de e sobre o documentarista, editado pela Cosac Naify em parceria com a Edições Sesc e a Mostra. O diretor fará também dois encontros com alunos de cinema, sendo um na FAAP e outro no CINUSP.

A terceira homenagem é ao cultuado cineasta filipino, consagrado em grandes festivais, como Veneza e Cannes. Além de fazer parte do Júri Internacional da 37ª Mostra, irá apresentar doze títulos da sua filmografia, entre os quais, Norte, O Fim da História; Melancholia; Morte na Terra dos Encantos; Nu sob o luar.

Outras atração é a sessão ao ar livre no Parque do Ibirapuera, com a exibição de cópia restaurada de Nathan, o Sábio, um clássico do cinema mudo alemão de 1922, com acompanhamento por trilha composta especialmente para o filme, pelo libanês Rabih Abou-Khalil, executada pela Orquestra Petrobras Sinfônica e regida pelo maestro Carlos Prazeres.

Também estão programadas o Foco Coréia, com dez títulos entre longas e curtas metragens; o Ciclo de Filmes Chineses, com nove filmes da recente produção do país.  clássicos restaurados como Providence, de Alain Resnais (1977); O Deserto dos Tártaros (1976), de Valério Zurlini e O Sol por Testemunha (1959), de René Clement e uma mostra especial do japonês Yasujiro Ozu. 

O filme de encerramento é Que Estranho Chamar-Se Federico - Scola Conta Fellini, longa dirigido por Ettore Scola e exibido no último festival de Veneza, encerrará a37ª Mostra, com três exibições no dia 31 de outubro. Foi no dia 31 de outubro de 1993, há 20 anos, que o diretor Federico Fellini faleceu.



Mais informações: http://37.mostra.org/br/home/


O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top