0



Cena do filme "Exilados do Vulcão
Exilados do Vulcão, de Paula Gaitán, foi o grande vencedor do 46º Festival de Brasília, cujos resultados foram anunciados na terça-feira, 24 de setembro. Além de melhor filme, a produção recebeu o prêmio de melhor som.

O melhor diretor foi Michael Wahrmann, por Avanti Popolo, que também rendeu o premio de melhor ator coadjuvante, concedido postumamente a Carlos Reichenbach, morto ano passado. Pedro Maia levou melhor ator por Depois da Chuva, que também ganhou trilha sonora e roteiro. As melhores atrizes foram Maeve Jinking e Nash Laila – principal e coadjuvante, respectivamente, ambas por Amor, Plástico e Barulho.

Entre os documentários, o vencedor foi O Mestre e o Divino, de Tiago Campos, que ganhou o Candango de  melhor filme, trilha e montagem. Morro dos Prazeres, de Maria Augusta Ramos, ganhou em direção, som e fotografia.

Pelo júri popular, o melhor longa foi Os Pobres Diabos, de Rosemberg Cariry, e melhor curta foi Faroeste - Um Autêntico Western, de Wesley Rodrigues.

Lista completa de vencedores do 46º Festival de Brasília:

Melhor longa ficção
"Exilados do Vulcão", de Paula Gaitán
Melhor direção
Michael Wahrmann, por "Avanti Popolo"
Melhor ator
Pedro Maia, por "Depois da Chuva"
Melhor atriz
Maeve Jinkings, por "Amor, Plástico e Barulho"
Melhor ator coadjuvante
Calos Reichenbach, por "Avanti Popolo"
Melhor atriz coadjuvante
Nash Laila, por "Amor, Plástico e Barulho"
Melhor roteiro
Claudio Marques, por "Depois da Chuva"
Melhor fotografia
Aloysio Raulino, por "Riocorrente"
Melhor direção de arte
Dani Vilela, por "Amor, Plástico e Barulho"
Melhor trilha sonora
Mateus Dantas, Nancy Viegas, Bandas Crac! e Dever de Classe, por "Depois da Chuva"
Melhor som
Fábio Andrade e Edson Secco, por "Exilados do Vulcão"
Melhor montagem
Idê Lacreta e Paulo Sacramento, por "Riocorrente"

CURTA-METRAGEM - FICÇÃO

Melhor curta
"Lição de Esqui", de Leonardo Mouramateus e Samuel Brasileiro
Melhor direção
Ricardo Alves Jr., por "Tremor"
Melhor ator
Miguel Arraes, por "Todos Esses Dias em que Sou Estrangeiro"
Melhor atriz
Rita Carelli, por "Au Revoir"
Melhor roteiro
Leonardo Mouramateus, por "Lição de Esqui"
Melhor fotografia
Matheus Rocha, por "Tremor"
Melhor direção de arte
Thales Junqueira, por "Au Revoir"
Melhor trilha sonora
Gustavo Fioravante e O Grivo, por "Fernando Que Ganhou Um Pássaro do Mar"
Melhor som
Bruno Bergamo, por "Sylvia"
Melhor montagem
Frederico Benevides, por "Tremor"
Melhor Animação
"Faroeste - Um Autêntico Western", de Wesley Rodrigues

LONGA-METRAGEM (DOCUMENTÁRIO)

Melhor filme
"O Mestre e o Divino", de Tiago Campos
Melhor direção
Maria Augusta Ramos, por "Morro dos Prazeres"
Melhor fotografia
Leo Bittencourt e Gui Gonçalves, por "Morro dos Prazeres"
Melhor trilha sonora
"O Mestre e o Divino"
Melhor som
Felippe Mussel, por "Morro dos Prazeres"
Melhor montagem
Amandine Goisbault, por "O Mestre e o Divino"

CURTA-METRAGEM DOCUMENTÁRIO

Melhor filme
"Contos da Maré", de Douglas Soares
Melhor direção
Rafael Urban e Terence Keller, por "A que Deve a Honra da Ilustre Visita este Simples Marquês?"
Melhor fotografia
André Moncaio, por "O Canto da Lona"
Melhor trilha sonora
Fabio Baldo, por "Contos da Maré"
Melhor som
Samuel Gambini, por "O Canto da Lona"
Melhor montagem
Ivan Costa e Dácia Ibiapina, por "O Gigante Nunca Dorme"

PRÊMIO DO JÚRI POPULAR

Melhor filme de longa-metragem
"Os Pobres Diabos", de Rosemberg Cariry
Melhor filme de curta-metragem
"Faroeste - Um Autêntico Western", de Wesley Rodrigues

Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top