0

Compartilhe este conteúdo |


Festival de Gramado 2013
A 41a edição do Festival de Gramado, que acontece entre os dias 19 e 27 de agosto, terá como filme de abertura Flores Raras, de Bruno Barreto. O drama que conta a história de amor entre a arquiteta brasileira Lota Macedo Soares e a poeta americana Elizabeth Bishop será exibido fora de competição. 

Na mostra competitiva de longas nacionais estão Tatuagem, estreia na direção do roteirista Hilton Lacerda, de Baile Perfumado (1997) e Amarelo Manga (2002). A Bruta Flor do Querer (SP), de Andradina Azevedo e Dida Andrade; A Coleção Invisível (BA), de Bernard Attal; Até que a Sbórnia nos Separe (RS), de Otto Guerra e Ennio Torresan Jr.; Éden (RJ), de Bruno Safadi; Os Amigos (SP), de Lina Chamie; Primeiro Dia de Um Ano Qualquer, de Domingos Oliveira (RJ); e Revelando Sebastião Salgado (RJ), de Betse de Paula.

Na competição latino-americana estão A Oeste do Fim do Mundo, coprodução Brasil-Argentina, dirigido por Paulo Nascimento e protagonizado por César Troncoso, o colombiano Cazando Luciérnagas, o uruguaio El Padre de Gardel, os argentinos Puerta de Hierro -El Exílio de Perón e Venimos de Muy Lejos, e o luso-brasileiro Repare Bem.

Outras mostras competitivas são as de curtas brasileiros e curtas gaúchos. As paralelas incluem a Mostra Festival de Mar del Plata e a Mostra de Curtas-metragem do Festival Internacional del Nuevo Cine Latino Americano de Havana. Também haverá painéis e debates.

Os homenageados deste ano são Glória Pires, que receberá o Troféu Oscarito, Othon Bastos, agraciado com Kikito de Cristal Wagner Moura., com o Troféu Cidade de Gramado, que será dado também ao filme Sargento Getúlio, de Penna, pelos seus 30 anos, e o Canal Brasil, que levará o Troféu Eduardo Abelin.



Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top