0

Compartilhe este conteúdo |


Cena do filme "Sem Dor, Sem Ganho"
Conhecido por blockbusters que custam milhões de dólares e faturam mais ainda, Armageddom, Transformers), o diretor Michael Bay abre mão dos efeitos visuais e altos orçamentos e investe em uma comédia de baixo orçamento, Sem Dor, Sem Ganho, estrelada por Mark WahlbergDwayne Johnson, Anthony Mackie e Tony Shalhoub.  O humor é bastante peculiar, é verdade, mas tem alguns (poucos) bons momentos.

Na Flórida dos anos 90, Wahlberg é Daniel Lugo, um personal trainer que acredita na máxima que diz que a América é a terra das oportunidades. E ele quer ficar rico, não importando o que tiver que fazer. Incentivado por um daqueles seminários de auto-ajuda (especialidade americana, aliás) e com a ajuda de seu colega de academia Adrian (Mackie) e um ex-presidiário fortão convertido à religião Paul (Johnson), bola um plano para sequestrar Victor Kershaw (Shalhoub) seu cliente  novo rico que vive contando vantagens. Mas, pôr o esquema em ação é outra história. E tudo que poderia dar errado - adivinhe, dá.

"Sem Dor, Sem Ganho" é baseado em fatos mais incríveis que qualquer ficção


Poster do filme "Sem Dor, Sem Ganho"
Baseado em uma série de reportagens publicada no Miami New Times em 1999 sobre o que ficou conhecido como a "Gangue da Academia Sun", o roteiro oscila entre a crítica cínica a um estilo de vida aparentemente limitado à Flórida e cenas de esquartejamento de mau gosto. Narrados pelos personagens principais, a partir de seus próprios pontos de vista, as idiotices que o bando faz parecem menos estúpidas e mais críveis. Assim, toda a primeira parte flui bem, apesar dos tipos caricatos. A parte final, porém, alonga-se demais e não convence.

Mark Wahlberg ganhou músculos e dá conta do personagem sem grandes esforços. Mickei, menos musculoso, faz rir com piadas sobre disfunção erétil. Johnson, enorme e infantilizado, é o mais engraçado de todos. Quem rouba a cena, no entanto, é Tony Shalhoub,  tão irritante como o duro-de-matar Victor Kershaw, que apesar de vítima, conquista uma grande torcida contra. Quanto ao diretor Michael Bay, provavelmente desistirá de tentar provar que sabe fazer outra coisa e voltará aos blockbusters.


Por Gilson Carvalho

Nota 5








Ficha Técnica

Sem Dor, Sem Ganho (Pain, Gain) -  129 min.

EUA - 2013
Diretor: Michael Bay
Roteiro: Christopher Markus, Stephen McFeely, 
Elenco: Mark Wahlberg, Dwayne Johson, Anthony Mackie, Tony Shalhoub, Ed Harris, Rob Corddry, Bar Paly, Keili Lefkovitz, Johnny Wu.

Estreia 23/08

Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top