0

Compartilhe este conteúdo |

Cena do filme "O Cavaleiro Solitário"
Após o sucesso dos três primeiros filmes de Piratas do Caribe, o diretor Gore Verbinski, o produtor Jerry Bruckheimer e o ator Johnny Depp se unem mais uma vez na super produção dos estúdios Disney, O Cavaleiro Solitário, baseada na série de TV homônima que ficou em exibição nos EUA de 1949 a 1957.

Depp, além de ter vivivo o famoso pirata Jack Sparrow, também dublou o camaleão
Rango, na animação de mesmo nome que deu um Oscar a Verbinski. Ele protagoniza o filme ao lado de Armie Hammer (Espelho, Espelho Meu), que mostra possuir um bom tato para comédia. Completam o elenco principal Tom Wilkinson, Ruth Wilson e Helena Bonham Carter.


 O Cavaleiro Solitário tem duração aproximada de duas horas e meia, repleta de perseguições, tiros, mortes, cenas cômicas e efeitos visuais, constituindo um western moderno e mostrando o talento de Verbinski para grandes produções. Entretanto, é visível uma semelhança entre o longa-metragem e a franquia Piratas do Caribe, o próprio Johnny Depp, conhecido por seus personagens excêntricos. O ator faz uma versão indígena de Jack Sparrow. Os olhares fixos e divagadores, o modo de correr e até mesmo os trejeitos com as mãos fazem lembrar o pirata.

"O Cavaleiro Solitário" mescla comédia, ação e drama, com bom resultado 


A produção, com certeza, tem mais pontos positivos do que negativos; a trilha sonora original composta por Hans Zimmer é memorável, o roteiro é bem formulado e amarrado, não deixando brechas para nada e o uso da trilha sonora característica do personagem (que você certamente conhece) e da famosa frase Hi Yo Silver!, retiradas da série, são de bom gosto e reiteram perfeitamente a origem do Cavaleiro Solitário e de Tonto. Os roteiristas fazem um bom trabalho mesclando comédia, ação e drama, o que permite uma trama mais desenvolta e divertida.

Poster do filme "O Cavaleiro Solitário"No filme, o ano é 1869, a cidade de Colby no Texas está pronta para o progresso que virá assim que o empreendimento do Sr. Cole (Tom Wilkinson), a ferrovia que ligará a cidade a outras partes dos EUA, esteja completo. John Reid (Armie Hammer) está retornando para sua cidade natal recém feito promotor. No mesmo trem o fora da lei Butch Cavendish (William Fichtner) se encontra preso. Cole prometeu à cidade que Cavendish seria enforcado lá pelos seus crimes contra a comunidade indígena, com quem eles tem um tratado de paz. Porém, os capangas de Cavendish o ajudam a fugir.

Reid, cujo irmão Dan Reid (James Badge Dale) é o xerife da cidade, decide ajudar a capturar o fora da lei, uma vez que ele, como promotor, também é um homem da lei. Quando tudo sai errado e tanto a população da cidade quanto as tribos indígenas passam a correr perigo, Reid se junta a Tonto (Johnny Depp), o índio que busca sua própria vingança, para achar o bandido e levá-lo a justiça. Para isso, entretanto ele também deverá se tornar outra pessoa, o Cavaleiro Solitário.  

Por José Leonardo Tadaiesky

Nota 8,0


Ficha Técnica

O Cavaleiro Solitário (The Lone Ranger) – 150 min.
EUA – 2013
Direção: Gore Verbinski
Produção: Jerry Bruckheimer, Gore Verbinski
Roteiro: Justin Haythe, Ted Elliotr, Terry RossioElenco: Johnny Depp, Armie Hammer, Tom Wilkinson, William Fichtner, Barry Pepper, James Badge Dale, Ruth Wilson, Helena Bonham Carter

 Estreia 12/07

Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top