0

Compartilhe este conteúdo |

Geração Praça Moscou: Cinema Húngaro Contemporâneo
A produção cinematográfica recente da Hungria ocupa o CCBB do Rio de Janeiro de 11 a 23 de junho, na mostra intitulada Geração Praça Moscou: O cinema húngaro contemporâneo.

Serão apresentados 16 filmes realizados a partir de 2000, a grande maioria em película e inédita no Brasil. O termo “Geração Praça Moscou” foi utilizado pela crítica para designar o conjunto de jovens cineastas presentes no Festival de Cannes de 2010, onde houve uma forte representatividade do cinema húngaro.

Essa presença nos principais festivais internacionais chamou a atenção da crítica para a renovação do cinema húngaro no período pós-comunista. Dentre os títulos exibidos destacam-se Praça Moscou, de Ferenc Török, A Canção dos Loucos, de Csaba Bereczki e Palma Branca, de Szabolcs Hajdu.

Além da exibição dos filmes, haverá um debate no dia 13, âs 20h, com o tema “O Pós-Comunismo no Cinema Húngaro, e a sessão do filme Canções de Vidas, no  dia 16, às 18h, terá a presença do seu diretor, Csaba Bereczki.

A mostra já foi apresentada em Brasília e depois seguirá para São Paulo.


Programação

11 de junho (Terça) 
19h – Praça Moscou  (Moszkva Tèr), de Ferenc Török. Hungria, 2001, 88 min, 10 anos.

12 de junho (Quarta)
16h – Viagem de Iska (Iszka Utazàsa), de Csaba Bollók. Hungria, 2007, 93 min, 12 anos.
18h – Alta Temporada (Szezon), de Ferenc Török. Hungria, 2004, 92 min, 10 anos
20h - Aglaja, de Krisztina Deák. Hungria, 2012, 116 min, 35mm, 10 anos.

13 de junho (Quinta)
14h – A menina que dançou até a morte (A halálba táncoltatott leány), de Endre Hules. Hungria, 2011, 106 min, 12 anos.
16h – Ar Fresco (Friss Levegö), de Àgnes Kocsis. Hungria, 2006, 109 min, 10 anos.
18h – Puskas, Hungria (Puskàs Hungary), de Tamás Almási. Hungria, 2009, 116 min, , livre.
20h - Debate: O Pós-Comunismo no Cinema Húngaro

14 de Junho (Sexta)
14h – Aglaja, de Krisztina Deák. Hungria, 2012, 116 min, 10 anos.
16h15 – Ar Fresco (Friss Levegö), de Àgnes Kocsis. Hungria, 2006, 1099 min, 10 anos.
18h30 – Dealer, de Benedek Fliegauf. Hungria, 2004, 160 min, 14 anos.

15 de Junho (Sábado)
16h – Praça Moscou  (Moszkva Tèr), de Ferenc Török. Hungria, 2001, 88 min, 10 anos.
17h40 – Alta Temporada (Szezon), de Ferenc Török. Hungria, 2004, 92 min, 10 anos
19h30 - A Canção dos Loucos (Bolondok éneke), de Csaba Bereczki. Hungria, 2003,  12 anos. Sessão com a presença do diretor do filme.

16 de junho (Domingo)
16h – Palma Branca (Fehér Tenyér), de Szabolcs Hajdu. Hungria, 2006, 100 min, 12 anos.
18h – Canções de Vidas (Èletek éneke), de Csaba Bereczki. Hungria, 2008, 100 min, , 10 anos. Sessão com a presença do diretor do filme.
20h – Viagem de Iska (Iszka Utazàsa), de Csaba Bollók. Hungria, 2007, 93 min, 12 anos.

18 de Junho (Terça)

15h – A Menina Que Dançou Até a Morte (A halálba táncoltatott leány), de Endre Hules. Hungria, 2011, 106 min, 12 anos.
17h30 – Puskas Hungria (Puskàs Hungary), de Tamás Almási. Hungria, 2009, 116 min, digital, livre.
20h – Canções de Vidas (Èletek éneke), de Csaba Bereczki. Hungria, 2008, 100 min, 35mm, 10 anos.

19 de Junho (Quarta)
15h – Palma Branca (Fehér Tenyér), de Szabolcs Hajdu. Hungria, 2006, 100 min, 35mm, 12 anos.
17h – Dealer, de Benedek Fliegauf. Hungria, 2004, 160 min, 35mm, 14 anos.
20h - A Canção dos Loucos (Bolondok éneke), de Csaba Bereczki. Hungria, 2003, 106 min, 35mm, 12 anos.

20 de Junho (Quinta)
17h – Último Relatório Sobre Anna (Utolsó jelentés Annáról), de Márta Mészáros. Hungria, 2009, 103 min,  livre.
19h – Controle (Kontroll), de Nimród Antal. Hungria, 2003, 111 min, 12 anos.

21 de junho (Sexta)
15h – A Prova (A vizsga), de Péter Bereményi. Hungria, 2011, 89 min, livre.
17h30 – Eu Não Sou Seu Amigo (Nem Vagyok a Baràtod), de György Pálfi. Hungria, 2009, 100 min,  14 anos.
19h30 – Caros Amigos Traídos (Drága besúgott barátaim), de Sára Cserhalmi, 2012, 93 min,  10 anos.

22 de junho  (Sábado)
16h – Eu Não Sou Seu Amigo (Nem Vagyok a Baràtod), de György Pálfi. Hungria, 2009, 100 min, 35mm, 14 anos.
18h – Último Relatório Sobre Anna (Utolsó jelentés Annáról), de Márta Mészáros. Hungria, 2009, 103 min,  livre.
20h – Caros Amigos Traídos (Drága besúgott barátaim), de Sára Cserhalmi, 2012, 93 min, 10 anos.

23 de Junho (Domingo)
16h30 – A Prova (A vizsga), de Péter Bereményi. Hungria, 2011, 89 min, livre.
19h – Controle (Kontroll), de Nimród Antal. Hungria, 2003, 111 min,  12 anos.


Serviço

Centro Cultural Banco do Brasil 
Rua Primeiro de Março, 66 - Centro - Rio de Janeiro
Tel: (21) 3808-2020
www.ccbb.br

Ingressos: R$ 6 e R$ 3 (meia)



Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top