0

Compartilhe este conteúdo |


Cena do filme "Uma Ladra Sem Limites"Em Uma Ladra Sem Limites, comédia dirigida por Seth Gordon, um pai de família correto, trabalhador e bem-casado se torna vítima de uma pilantra que se aproveita do fato de ele ter um nome unissex para roubar sua identidade e lhe causar um tremendo prejuízo, incluído a perda do emprego. Sandy Patterson (Jason Bateman) é um executivo  de Denver, Colorado, frustrado por não ter seu trabalho reconhecido por seu patrão. Tudo parece melhorar ao ser convidado a integrar uma nova empresa, até descobrir que seu cartão de crédito foi clonado por alguém na Flórida. Porém, logo ele é preso por não comparecer à Corte por ter sido autuado por agressão no outro lado do país. 


A responsável por todos esses delitos é Diana (Melissa McCarthy), uma rechonchuda e abusada estelionatária que, com o cartão de crédito falsificado, compra mil badulaques, de maquiagem a roupas de griffe, de liquidificadores a Jet ski. Como a polícia local não pode atuar em outra região, e a de Orlando não sabe do estelionato, Sandy vai até a Flórida para trazer Diana à força a Denver e salvar seu emprego. Tarefa nada fácil: ela obviamente se recusa a embarcar no avião. A solução então é empreender uma longa viagem de carro até o Colorado.

Uma Ladra Sem Limites” repete velhas fórmulas


Poster do filme "Uma Ladra Sem Limites"

Do autor de Se Beber Não Case 2, Craig Mazin, o roteiro segue a mesma linha; não se trata de uma comédia propriamente dita, mas uma série de situações supostamente engraçadas. Algumas realmente o são, como a luta entre Sandy e Diana em sua casa, ou a transa de Diana com Big Chuck (Eric Stonestreet), um cowboy que eles encontram no caminho.

Fora isso, há visível esforço dos atores principais para extrair alguma graça do material. Melissa McCarthy tem carisma e ocupa toda a tela – em parte por seu porte avantajado, o que é espertamente também usado para fazer piada.  Além disso, Diana, seu personagem, fala e se movimenta o tempo todo, geralmente enquadrada em close-up, o que cansa com o tempo. Quando ela dá o golpe na garganta pela quinta vez, provoca bocejos.

Bateman, um bom ator, parece ter caído na armadilha do tipo único, repetindo-o em diversas produções, como em Quero Matar Meu Chefe (2011), do mesmo diretor,  e até no série de TV Arrested Development. A ideia de opor personalidades contrastantes funciona no início, mas o público acaba simpatizando com a meliante Diana e achando o bonzinho Sandy um chato. O pior, porém, vem depois; um final melodramático em que as causas do comportamento, digamos, anti-convencional de Diana é descoberta – ela não tem família. Resta admirar Sandy, sua compreensiva e amorosa mulher Trish (Amanda Peet) e suas três belas filhas serem felizes para sempre.

Por Gilson Carvalho

Nota 5

  
Ficha Técnica

Uma Ladra Sem Limites (Identity Thief) – 111 min. 
EUA – 2013
Direção: Seth Gordon
Roteiro:  Craig Mazin
Elenco: Jason Bateman, Melissa McCarthy, Amanda Peet, John Cho, Jon Favreau, Robert Patrick, Morris Chestnut, Eric Stonestreet

Estreia 10/05



O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top