0

Compartilhe este conteúdo |


Cena do filme "Bonitinha, mas Ordinária"Realizado em 2008, só agora chega ao circuito o drama Bonitinha, mas ordinária, uma das mais conhecidas peças de Nélson Rodrigues, que ganha assim sua terceira versão cinematográfica, desta vez dirigida por Moacyr Góes, que optou por atualizar a obra, escrita em 1962, com resultados questionáveis. As outras adaptações foram feitas em 1963 por J.P. de Carvalho e em 1980, por Braz Chediak.

Edgar (João Miguel) é apaixonado por Ritinha (Leandra Leal), moça pobre e recatada do subúrbio, mas é tentado a se casar com a rica Maria Cecília (Letícia Colin), que sofreu um “acidente” e ficou com a honra manchada. Dividido entre a moral e a certeza de uma vida confortável, Edgar sintetiza essa cisão da sociedade brasileira repetindo à exaustão a frase atribuída ao escritor Otto Lara Resende: “O mineiro só é solidário no câncer”


"Bonitinha, Mas Ordinária" perde força ao ser ambientada nos dias de hoje


Poster do filme "Bonitinha, mas Ordinária"Ambientado no Rio de Janeiro atual, Bonitinha, Mas Ordinária começa com um baile funk, onde Maria Cecília é estuprada. Essa sequência, de certa forma, dá o tom de todo o filme. Falta sutileza, um espaço para o espectador preencher com suas conjecturas. É tudo excessivo e muito aparente.  

Mas, talvez o mais grave seja a premissa do drama; o que talvez fizesse sentido nos anos 60, certamente não é mais válido hoje. Embora a sociedade continue cínica, a perda da virgindade não é mais visto como “perdição”, motivo de casamento arranjado. Ainda que o foco da obra seja a crítica social, o ponto de partida ficou totalmente artificial.

O trabalho dos atores merece nota, principalmente João Miguel e Gracindo Jr., mas não é o bastante para sustentar a adaptação.  Letícia Colin, que interpreta o personagem-título, não demonstra habilidade de combinar pureza e ingenuidade com certa perversidade que se espera de Maria Cecília.

Por Gilson Carvalho

Nota 5



Ficha Técnica

Bonitinha, Mas Ordinária - 90 min.
Brasil - 2013
Direção: Moacyr Góes
Roteiro: Moacyr Góes, baseado na obra de Nélson Rodrigues
Elenco: João Miguel, Leandra Leal, Leon Góes, Gracindo Jr. Letícia Colin, Angela Leal, Lígia Cortez, André Valli

 Estreia 24/05


Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top