0

Compartilhe este conteúdo |


Cena do filme "Nota de Rodapé"As dificuldades do relacionamento entre pai e filho, acentuadas por uma rivalidade intelectual, são o tema de Nota de Rodapé, produção israelense ganhadora do prêmio de melhor roteiro em Cannes 2011 e indicada ao Oscar de melhor filme estrangeiro.  Eliezer e Uriel Shkolnik, pai e filho, respectivamente, são professores universitários com pesquisa sobre o Talmude, o livro sagrado dos judeus. Por terem personalidades diferentes e abordagens distintas em seus estudos, Eliezer e Uriel mantém uma relação distante, de pouco afeto. Enquanto Eliezer (Shlomo Bar-Aba) apresenta uma certa fobia social e se comporta de modo excêntrico, sendo por isso excluído da elite acadêmica, Uriel (Lior Ashkenazi), por sua vez, afável e bem-humorado, é uma figura em ascensão, sendo admitido na Academia Israelense de Ciências.


A tensão entre os dois chega ao ápice quando Eliezer é finalmente laureado com o prêmio Israel, principal honraria outorgada a pesquisadores no país. O problema é que se trata de um engano: o vencedor na verdade é Uriel, que deverá decidir se aceita a distinção – o que o afastaria definitivamente do pai, ou abrir mão dela em favor de Eliezer. 

"Nota de Rodapé" narra conflitos de gerações


Poster do filme "Nota de Rodapé"
O que poderia ser um tema árido, por se desenrolar em um contexto bastante desconhecido pela maioria das pessoas, acaba não o sendo porque o roteirista e diretor Joseph Cedar aborda a questão de um modo bastante didático, tornando possível compreender como funciona a academia em Israel, incluindo as vaidades e disputas de poder, muito parecido, aliás, com o que acontece no Brasil. Por isso, apesar de ser um drama, há momentos de comédia, como a própria explicação para o título do filme: uma nota de rodapé, ou seja, uma citação em uma publicação importante era a maior distinção que Eliezer recebera até então.

Além do roteiro bem elaborado, a força do longa está na atuação dos protagonistas, que representam muito bem o conflito de gerações, que se estende a Josh (Daniel Markovich), filho adolescente de Uriel, que o percebe quase como um desconhecido, assim como o seu próprio pai o vê. Interessante notar também a militarização da sociedade israelense, com rígidos controle de segurança em todos os lugares, inclusive na universidade.


Nota 7,5

Ficha Técnica

Nota de Rodapé (Hearat Shulayim) – 103 min.
Israel – 2011
Direção: Joseph Cedar
Roteiro: Joseph Cedar
Elenco: Shlomo Bar-Aba, Lior Ashkenazi, Aliza Rosen, Alma Zack, Micah Lewensohn, Nevo Kimchi, Yuval Schart, Daniel Markovich

 Estreia 08/02



Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top