0

Compartilhe este conteúdo |


O furacão Katrina, que atingiu o sul dos Estados Unidos em 2005, deixou mais do que destruição: estimulou a criatividade do diretor nova-iorquino  Benh Zeitlin, que co-escreveu e dirigiu Indomável Sonhadora, vencedor de Sundance e diversos outros prêmios, e indicado a quatro Oscars, incluíndo melhor filme, diretor, roteiro adaptado e atriz.

Hushpuppy (Quvenzhané Wallis) é uma menina de seis anos que vive com seu pai  Wink (Dwight Henry), numa área pantanosa na Louisiana, que eles chamam de "banheira". Com poucos recursos e seriamente doente, ele quer ensinar a garotinha a ser independente.  Para suportar a dura realidade e a falta da mãe, Hushpuppy fantasia sobre monstros e outros seres mitológicos, o que é reforçado pela precária educação na escola comunitária que funciona na região.



Originalidade do roteiro  e elenco se destacam em "Indomável Sonhadora"



O que mais chama atenção em Indomável Sonhadora é a originalidade do roteiro e a atuação dos atores, todos não-profissionais. Quvenzhané Wallis tinha apenas seis anos quando fez o filme e hoje, aos nove, pode ser a mais jovem ganhadora do Oscar de melhor atriz da história. A narrativa, em tom de realismo mágico, faz clara menção aos efeitos do Katrina, mas também uma espécie de vaticínio sobre a catástrofe que ainda virá, caso não haja cuidados com o meio-ambiente. 

A primeira impressão é de estranhamento. Inicialmente não se sabe bem onde e quando o drama ocorre. Não há referência temporal nem geográfica e só pela metade do filme é possível localizar a região onde transcorre a história. Contribuem para isso a naturalidade da interpretação, a fotografia em super 16 MM (premiada em Sundance),  o que confere uma textura crua, próxima dos documentários e, principalmente, o fato de ser contada a partir do ponto de vista de Hushpuppy. 

O discurso ecológico, incompatível com a idade e condição da garotinha, só se torna palatável porque faz parte dos devaneios.  Como acontece frequentemente, os distribuidores brasileiros decidiram bolar um título que nada tem a ver com o original (Animais do Sul Selvagem, em tradução livre), dando uma conotação romântica  a uma história bastante dura.  Espera-se que o público se informe antes de ir ao cinema e se decepcionar.  

Por Gilson Carvalho 

Nota 8





Ficha Técnica

Indomável Sonhadora (Beasts of the Southern Wild) - 93 min
EUA, 2011
Direção: Benh Zeitlin
Roteiro: Lucy Alibar, Benh Zeitlin
Elenco: Quvenzhané Wallis, Dwight Henry, Lowell Landes, Levy Easterly

Estreia: 22/02

Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top