0


Compartilhe este conteúdo |


Cena do filme "A Hora Mais Escura"

Uma obsessão americana, iniciada com o atentado ao World Trade Center, as torres gêmeas, em Nova York, em 11 de setembro de 2001, tem seu final descrito em A Hora Mais Escura, de Kathryn Bigelow: a localização e o assassinato de Osama bin Laden, apontado como o responsável pelo terrível acontecimento que mudou a história da humanidade.

A Hora Mais Escura relata os esforços da agente da CIA Maya (Jessica Chastain), que por mais de uma década busca o esconderijo de Osama bin Laden, até finalmente encontrá-lo  no Paquistão.  Para isso, ela analisa cada indício, cruza dados, investiga qualquer informação que lhe chega às mãos, em um trabalho solitário e às vezes insano, sem qualquer garantia de sucesso.

Apesar de retratar uma guerra, inicialmente o filme tem poucas cenas de ação, se concentrando no trabalho de inteligência e no esforço da agente em juntar as peças do verdadeiro quebra-cabeças que é a Al-Qaeda. No final, o grande assalto tem um efeito apoteótico. Isso porque, segundo os responsáveis pela produção, A Hora Mais Escura iria tratar apenas da caçada a bin Laden, quando não havia ainda a perspectiva de sua captura. O êxito da ação norte-americana no Paquistão mudou o final.

Poster do filme "A Hora Mais Escura"

Atuação de Jessica Chastain merece indicação ao Oscar

Uma das favoritas ao Oscar de Melhor Atriz, Jessica Chastain carrega todo o peso da trama. Cabe a seu personagem reunir todas as pontas que são apresentadas em elipses, o que exige total atenção dos espectadores por mais de duas horas. Apesar do bom roteiro de Mark Boal (o mesmo de Guerra ao Terror), há alguns buracos, como a precária segurança no esconderijo de bin Laden. Causou controvérsias o fato de não haver críticas aos métodos da CIA, que incluem tortura. Pouco se sabe sobre o teor de veracidade, o que talvez seja relevante em uma produção que trata de um trauma tão avassalador.

A diretora Kathryn Bigelow fez história em 2010 ao se tornar a primeira mulher, em mais de 80 anos,  a conquistar o Oscar de melhor diretor,  por Guerra ao Terror, que recebeu ainda o prêmio de melhor filme e outros quatro. Antes disso, ela era conhecida mais por ter sido mulher do diretor e produtor James Cameron (Titanic, Avatar) do que por sua obra. Este ano, a façanha não se repetirá já que, embora o filme tenha sido indicado, a diretora, não.


Nota 8


Ficha Técnica

A Hora Mais Escura (Zero Dark Thirty) – 157 min.
EUA -2012
Direção: Kathryn Bigelow
Roteiro: Mark Boal
Elenco: Jason Clark, Reda Cale, Jessica Chastain, Kyle Chandler, Jennifer Ehle, Harold Perrineau, Jeremy Strong, J.J. Kandel. James Gandolfini

 Estreia 15/02


Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top