0

Compartilhe este conteúdo |


Cena do filme "País do Desejo"
Estreia nos cinemas no dia 25 de Janeiro a produção nacional, País do Desejo, de Paulo Caldas. Estrelado por Fábio Assunção e Maria Padilha, o drama trata de assuntos considerados tabus para a Igreja Católica, entre eles o aborto e os sentimentos e opiniões permitidos a um padre, além da relação da religião com a medicina.

"País dos Desejos" aborda temas tabus como aborto e relação da Igreja com a medicina


Fábio Assunção interpreta padre José, filho e irmão de médicos, que tem suas próprias opiniões quanto a assuntos que antes a própria Igreja não aceitaria. Quando uma menina de doze anos grávida vítima de abuso sexual precisa fazer um aborto, o padre aconselha a mãe da menina a pensar primeiro na saúde da filha do que na salvação de sua alma, e por isso ele é punido pelo arcebispo     

Mara Padilha é uma pianista renomada chamada Roberta que sofre de uma doença crônica em seus rins. Após desmaiar no palco durante uma apresentação, ela é socorrida pelo padre José e seu irmão médico (Gabriel Braga Nunes) e encaminhada ao hospital. Roberta já não acredita mais no amor nem na felicidade após tantos anos sofrendo com sua condição. Mas padre José se interessa por ela a ponto de mais tarde se apaixonar e decidir lhe doar um rim. Seu amor por Roberta e decepção com a Igreja é o suficiente para convencê-lo a largar a batina.

Curta duração não permite desenvolvimento do enredo


Poster do filme "País do Desejo"
Com apenas uma hora e meia de duração, o filme não consegue desenvolver propriamente o sentimento que surge entre os personagens de Assunção e Padilha. O diretor, Paulo Caldas, podia ter usado de mais tempo para preparar melhor a história. O amor de José por Roberta tem um início muito abrupto, com pouco tempo entre os personagens em cena para deixar o romance fluir. O tema envolvendo religião também seria um plot rico para discussões, mas este também é pouco desenvolvido.

Há personagens que não tem importância ou que em um primeiro momento dão a impressão de que serão importantes para o desenrolar da história, mas que no fim não contribuem com nada e nos deixam perguntando o motivo de terem sido incluídos no filme. É o caso da nova enfermeira contratada pela família para cuidar da mãe do protagonista que está em estado vegetativo. A menina é peculiar com sua origem japonesa e roupas inspiradas em animes, e daria um bom toque a história se fosse melhor aproveitada.

Fábio Assunção e Maria Padilha fazem um bom trabalho como protagonistas, e a música ao piano é bem pertinente uma vez que a personagem de Padilha por hora e outra está ao instrumento. Porém, tudo parece se desenrolar muito depressa entre os personagens principais.

Por José Leonardo Tadaiesky

Nota: 4,0



Ficha Técnica

País do Desejo – 90 min.
Brasil – 2013
Direção: Paulo Caldas
Roteiro: Paulo Caldas, Pedro Severien, Amin Steppler
Elenco: Fábio Assunção, Maria Padilha, Gabriel Braga Nunes, Germano Haiut, Nicolau Breyner, Fernanda Vianna.


Estreia 25/01

Compartilhe este conteúdo |


O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top