0

Compartilhe este conteúdo |


A menos de um mês do Natal, a nova animação da DreamWorks junta na mesma história alguns dos personagens infantis mais tradicionais da nossa cultura: Papai Noel, Coelho da Páscoa, Fada do Dente e outros menos conhecidos no Brasil como o gelado Jack Frost e o encantador Sandman.


Cena do filme "A Origem dos Guardiões"

As histórias que protegem a infância em "A Origem dos Guardiões"


Os Guardiões são os seres mitológicos que fazem parte das histórias infantis. No filme, eles possuem a missão de proteger as todas crianças do mundo, por isso têm esse nome. Eles costumam trabalhar sozinhos, cada um do seu jeito particular, mas quando o mal cresce no mundo eles se unem para enfrentá-lo. Dentre eles existe um diferente dos outros, que não trabalha e só arruma confusão, Jack Frost. Jack é apenas um garoto, e tem o poder de trazer a neve e congelar as coisas quando chega o inverno. Ele adora os esportes radicais na neve e sua maior alegria é se divertir com as crianças, andando de trenó, fazendo guerra de bola de neve, essas coisas.

Mas as maiores diferenças dele para os outros guardiões são coisas que o deixam muito triste. Primeiro, ele não conhece sua própria origem. Não sabe quem é, nem porque foi transformado em guardião. E segundo, ele não pode ser visto pelas crianças, como os outros guardiões podem. As coisas começam a mudar quando Pitch, ou Bicho Papão, se torna muito forte. O chefe dos guardiões, o Homem da Lua, escolhe o novo líder da equipe para combater o mal, justo o bagunceiro do Jack Frost, e os outros guardiões não concordam com a escolha no começo. O próprio Jack Frost não quer ser o líder dos demais, mas quando aceita a aventura sua vida começa a mudar completamente.

Personagens surpreendentes apesar de tão conhecidos


Poster do filme "A Origem dos Guardiões"A Origem dos Guardiões é um filme bem legal. Boa história, bons gráficos. Mas sem dúvida, o que mais enriquece a nova animação da DreamWorks são seus personagens. Eles são ótimos, fogem dos estereótipos das lendas, mas sem descaracteriza-los. A personalidade de cada um, a aparência, suas falas e atitudes, são trabalhadas nos mínimos detalhes. O Papai Noel, por exemplo, é um velho bonachão russo, todo tatuado, amoroso mas ao mesmo tempo ameaçador, bravo. O Coelhinho  ao invés de ser um bicho bonzinho, é um aventureiro forte e destemido. Ou seja, passou longe da superficialidade.

O filme se mantém na tendência atual dos melhores filmes infantis, de trazer também piadas mais adultas. Não que essas piadas não sejam compreendidas pelos pequenos, mas surpreendem principalmente os mais velhos.. Piadas que exploram a relação de chefe e empregado na oficina do Papai Noel, por exemplo. Talvez buscando uma aceitação mais universal, o longa evita totalmente as origens verdadeiras de festas como a Páscoa e o Natal, o que pode ser considerado injusto por alguns. Mas A Origem dos Guardiões é um filme divertido e bem feito, ótima opção para crianças e adultos.


Por Lucas Siqueira Cesar
Nota: 8


Ficha Técnica
A Origem dos Guardiões (Rise of the Guardians) - 97 min
EUA - 2012
Roteiro: David Lindsay-Abaire e William Joyce (livro)
Direção: Peter Ramsey
Elenco: Thiago Fragoso e Isabelle Drummond (versão brasileira). Chris Pine, Alec Baldwin, Hugh Jackman, Isla Fisher e Jude Law (versão original)

Estreia: 30/11



Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top