0

Compartilhe este conteúdo |




O documentário Marcelo Yuka no Caminho das Setas, dirigido e roteirizado por Daniela Broitman, faz um recorte da vida do músico e ativista político entre o ano de 2000, quando um trágico assalto ocorrido na cidade do Rio de Janeiro o condicionou à cadeira de rodas, até o ano de 2010.



No Caminho das Setas” faz um recorte de uma década sobre o músico engajado Marcelo Yuka


Durante os dez anos narrados, a trajetória de Marcelo Fontes do Nascimento Viana de Santa Ana, ou notadamente Yuka, revela pouquíssimo além do que foi divulgado nos jornais e TVs na época do incidente, e um ano depois na saída conturbada do baterista e compositor de uma das bandas mais representativas da cena pop rock dos anos 90 no Brasil - O Rappa - e as inserções em outros projetos musicais, assim como o seu engajamento com as pesquisas de células tronco.

A novidade fica por conta da parte intima da vida do compositor, na rotina pós-incidente, quando se documenta os seus medos, dores físicas, amarguras, e a busca pela aceitação de sua nova condição, alternando momentos melancólicos, e irreverentes desse artista complexo.  No entanto, o documentário escorrega ao construir um mito, e enfatizar uma dor extremada, na tentativa de causar comoção junto ao público, somada a inclusão supérflua de uma cena de Marcelo Yuka assistindo a uma partida do Flamengo em um Maracanã lotado.

De forma sagaz, a montagem das imagens das mudanças ocorridas durante uma década na vida de Yuka, feita por Jordana Berg, segue o compasso da evolução da era digital, visto no prólogo do filme em uma resolução com menor qualidade, até a alta definição em HD.

Documentário aponta para a construção de um mártir


Coerentemente, o título do documentário, retirado de uma conversa do poeta Wally Salomão, e sugerido por este, com o então baterista do grupo O Rappa, sugere um: “Fique atento aos sinais obscuros da vida, Yuka”. O conselho faz jus ao filme. No entanto, por este mesmo motivo, No Caminho das Setas aponta (com o perdão do trocadilho) para todos os lados, desviando de questões pertinentes, que o artista defende tanto, em favor da construção de um mártir.
Nota: 5


Marcelo Yuka No Caminho das Setas - 95 min
Brasil– 2011
Direção:  Daniela Broitman
Roteiro:  Daniela Broitman
Estreia: 30/11




O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top