0

Compartilhe este conteúdo |




O suntuoso Teatro Amazonas, em Manaus, será transformado em sala de cinema para a abertura da nona edição do Amazonas Film Festival, que começa no dia 3 vai até o dia 9 de novembro. O filme escolhido para a abertura foi Colegas, de Marcelo Galvão. A exibição, às 20h, contará com as presenças do diretor, dos produtores e dos atores.


O festival terá quatro mostras competitivas - longa-metragem, curta-metragem Brasil, curta-metragem Amazonas Ficção e curta-metragem Amazonas Documentário. No total, serão 37 filmes nas mostras competitivas e 144 nas paralelas.

Dentre os destaques da programação do festival, estão uma sessão especial do longa Villa-Lobos – uma vida de paixão, do cineasta e presidente de honra do festival, Zelito Viana. no domingo, dia quatro de novembro, às 10h30.

Outras homenagens serão prestadas à atriz Ana Lúcia Torre, convidada de honra, na próxima terça-feira às 19h30, e aos 50 anos da Palma de Ouro de O Pagador de Promessas, com participação do ator Antonio Pitanga e do produtor Aníbal Machine.

Além de vários espaços na capital amazonense, os municípios de Itacoatiara, Maués, Parintins, Presidente Figueiredo, São Gabriel da Cachoeira e uma comunidade rural de Manaus - a comunidade do Pau Rosa - estão na lista dos contemplados com as mostras.    . 

A cerimônia de encerramento será transmitida pelo Canal Brasil, em nove de novembro, a partir das 19h30.

Outras informaçõeswww.amazonasfilmfestival.com.br

Mostra Competitiva Internacional de Longa-Metragem
“A Floresta de Jonathas”, de Sergio Andrade (Brasil)
“Compliance”, de Craig Zobel (Estados Unidos)
“Era Uma Vez Eu, Verônica”, de Marcelo Gomes (Brasil)
“La Cebra”, de J. Fernando Leon (México)
“Teddy Bear”, de Mads matthiesen (Dinamarca)
“The Angels Share”, de Ken Loach (Reino Unido)
“The Other Son”, de Lorraine Levy (Israel / França)
“Jorge Mautner - o filho do holocausto”, de Pedro Bial e Heitor D’Alincourt (Brasil)

Mostra Competitiva de Curta-Metragem - Brasil
“A Dama do Peixoto”, de Douglas Soares e Allan Ribeiro (RJ)
“A Arte de Andar Pelas Ruas de Brasília”, de Rafaela Camelo (DF)
“A Dama do Estácio”, de Eduardo Ades (RJ)
“A Cidade”, de Liliana Zulzbach (RS)
“A Galinha que Burlou o Sistema”, de quico Meirelles (SP)
“A Mão que Afaga”, de Gabriela Amaral Almeida (SP)
“A Poeira dos Pequenos Segredos", de Bertrand Lira (PA)
“Dia Estrelado”, de Nara Normande (PE)
“Linear”, de Amir Admoni (SP)
“Monumento”, de Gregório Graziosi (SP)
“Rota da Ilusão”, de Dheik Praia (AM)
“O Gigante”, de Julio Vanzeler e Luís da Mata Almeida (SC)
“Quinha”, de Caroline oliveira (PE)
“Realejo”, de Marcus Vinicius Vasconcelos (SP)
“Vento de Feição”, de Ana Moravi (MG)

Mostra Competitiva de Curta-Metragem - Amazonas Ficção
“A última no Tambor”, de Ricardo Araújo R. D’albuquerque (Manaus)
“A Segunda Balada”, de Rafael Ramos dos Santos (Manaus)
“Asfalto”, de Moacyr Massulo (Manaus)
“Et set era”, de Emerson Medina e Rod castro (Manaus)
“O tempo que volta”, de Abelly Cristyne (Manaus)
“Paris dos Trópicos”, de Keurem Maia Marçal (Manaus)
“Postumo”, de Diego Nogueira (Manaus)
“Terra dos Meninos Pelados”, de Izis Negreiros (Manaus)
“Uma Doce Dama”, de Leonardo José Mancini (Manaus)

Mostra Competitiva de Curta-Metragem - Amazonas Documentário
“A Última Travessia”, de Joice Caster (Manaus)
“Chão Molhado”, de Everton Macedo e Silva (Parintins)
“Cinema em Trânsito”, de João Aureo (Parintins)
“Filhos do Haiti”, de Ari Santos (Manaus)
“No Rádio do seu Coração”, de Elisa Bessa e Ladilce Pontes  (Manaus)
“Retratos de Manaus”, de Sergio Cobelo (Manaus)



Compartilhe este conteúdo |


O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top