1

Compartilhe este conteúdo |


Durante um verão, um menino órfão e uma linda pré-adolescente se apaixonam e resolvem fugir para um lugar isolado e distante, onde ele possa se ver livre do acampamento de escoteiro, e ela da casa onde os pais advogados a chamam de “fim do verão”.




“Moonrise Kingdom” aborda o amor juvenil de maneira anticonvencional

Cena do filme "Moonrise Kingdom"

Tal sinopse seria um ponto de partida para mais um filme romântico juvenil, se não fosse assinado pelo americano Wes Anderson, autor de filmes notoriamente “estranhos”, como Os Excêntricos Tenenbaums  (2001) e A Vida Marinha com Steve Zissou (2004), marcados por diálogos gélidos e personagens desajustados em meio as suas genialidades. Moonrise Kingdom envereda ao mesmo trajeto.

Filme de abertura do Festival de Cannes desse ano, tem a parte técnica do longa-metragem é meticulosamente elaborada, detalhe por detalhe. Os planos são enquadrados em uma perfeita simbiose entre figurino e cenário, beirando à perfeição, com um tratamento minucioso de cores e texturas vistas na tela.

Poster do filme "Moonrise Kingdom"Em relação ao conteúdo, a comédia de humor pitoresco, roteirizada em parceria do diretor com Roman Coppola, produtor de Na Estrada, possui personagens e falas inabituais, que se faz aproximar da animação O Fantástico Sr. Raposa, título antecessor, de 2009, do diretor. O comportamento adulto do casal protagonista (Kara Hayword e Jared Gilman), e a total inoperância dos envolvidos na busca dos meninos, representados por atores tarimbados como Bruce Willis (Looper: Assassinos do Futuro), Frances Mcdormand (Aqui é o Meu Lugar), Edward Norton (O Legado Bourne,) e o recorrente na filmografia de Wes Anderson, Bill Murray, o modo como se comunicam causam estranheza junto ao espectador, principalmente aos que desconhecem os trabalhos anteriores do cineasta.

Em uma das poucas passagens em que os pré-adolescentes pragmáticos agem inocentemente, e talvez a mais bela cena, é a aproximação que culmina no primeiro beijo entre os dois, na beira da praia, ao som de Le Temps de L´Amour, música de Françoise Hardy, tocada no rádio que Susy, a  garota, o traz na fuga.

Moonrise Kingdom, em exibição no Festival do Rio 2012, e que estreia oficialmente no dia 12 de outubro em circuito nacional, mantém a marca anticonvencional do diretor, e tal coerência pode ser vista como mais do mesmo para alguns; já quem continua detestando o seu trabalho, provavelmente seguirá com sua opinião.

Nota: 6,5



Ficha Técnica
Moonrise Kingdom (Moonrise Kingdom) - 94 min.
Estados Unidos – 2012
Direção: Wes Anderson
Roteiro: Wes Anderson e Roman Coppola
Elenco: Bruce Willis, Edward Norton, Kara Hayword, Bill Murray, Tilda Swinton, Jared Gilman, Frances Mcdormand, Jason Schwartzman, Harvey Keitel

Estreia: 12 de outubro





O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

  1. Filme encantador! Linda fotografia. Adorei o aspecto meio "perdido no tempo", os objetos e roupas antigos. A menina Susy é sensacional, adorei o jeito da personagem.

    bjs
    escrevendoloucamente.blogspot.com

    ResponderExcluir

 
Top