0


Cena do filme "A Última Estação"
"A última estação", de Márcio Curi será o filme de abertura da 45ª edição do Festival de Brasília do Cinema Brasileiro, no dia 17 de setembro, no Teatro Nacional Cláudio Santoro, em sessão exclusiva para convidados. O longa conta a história do libanês Tarik e seu irmão mais novo, Karim, que vêm ao Brasil na década de 50 de navio tentar a vida. No elenco estão Mounir Maasri, Elisa Lucinda, Klarah Lobato.


Nos outros sete dias, serão exibidos os títulos das mostras competitivas de longa-metragens de ficção e documentário, curtas de ficção, documentário e animação. Estão programados ainda as mostras “Brasília”, “Panorama Brasil”, “UnB e o Cinema” e “Brasília 5.2 – Cinema e Memória – É Tudo Verdade”, além de palestras, seminários e programação exclusiva para crianças. 

Além do Teatro Nacional, as exibições dos filmes das mostras competitivas serão feitas simultaneamente no Teatro Newton Rossi SESC Ceilândia, Teatro de Sobradinho, Teatro Paulo Autran SESC Taguatinga e Teatro SESC Gama. No dia seguinte, as projeções são reexibidas no Centro Cultural Banco do Brasil. 

Nos longas de ficção, a disputa será entre Rio e Pernambuco 


Curiosamente, na categoria longa-metragem de ficção a disputa será apenas entre Rio de Janeiro e Pernambuco. No lado fluminense estão Lucia Murat ("A memória que me contam"); Allan Ribeiro ("Esse amor que nos consome") e Vinicius Reis ("Noites de reis"). Representando o cinema pernambucano estão Daniel Aragão ("Boa sorte, meu amor"); Marcelo Lordello ("Eles voltam") e Marcelo Gomes ("Era uma vez eu, Verônica") 

Na competição por melhor longa documentário estão "Doméstica", de Gabriel Mascaro (PE); "Elena", de Petra Costa (SP); "Kátia", de Karla Holanda (PI); "Olho nu", de Joel Pizzini (RJ/MT); "Otto", de Cao Guimarães (MG) e "Um filme para Dirceu", de Ana Johann (PR). 

Mais informações em: http://www.festbrasilia.com.br/home


O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top