0



Cena do filme "Resident Evil 5: Retribuição"Uma das franquias mais bem sucedidas no mundo do entretenimento, a série Resident Evil começou fazendo sucesso na indústria dos games, e migrou para o cinema, quadrinhos, livros e várias outras mídias. No cinema, a franquia sempre esteve representada pela mesma personagem, a heroína Alice, vivida pela atriz ucraniana Milla Jovovich, que volta quebrando tudo mais uma vez no quinto filme da série. 

 A heroína mais casca grossa do cinema 


O filme começa exatamente no fim do longa anterior. Alice consegue a liberdade em alto mar junto com um grupo de pessoas não infectadas pelo terrível T-Vírus, uma arma biológica criada pela Corporação Umbrella. O T-Vírus é o elemento central de toda a franquia Resident Evil, pois ele é o responsável por transformar os humanos em mortos vivos comedores de carne, os famosos zumbis. Mas Alice logo é raptada pela Umbrella e levada para um complexo secreto da corporação em algum lugar do planeta. 

Poster do filme "Resident Evil 5: Retribuição"
Se você não teve contato com os filmes anteriores da série não faz mal. A própria Alice faz um relato - com imagens - resumindo sua história através dos quatro filmes até ali; um bom recurso usado pelo diretor para que a compreensão da história não ficasse restrita só aos super-fãs. Não que tudo fique bem explicado, mas dá para ter uma boa ideia de quanto estrago a Corporação Umbrella já causou na vida de Alice e no mundo. 

 Em seu cativeiro Alice passa por um processo de tortura psicológica, mas logo recebe ajuda para escapar. Na verdade, é Alice que acaba ajudando mais a equipe de resgate. Boa parte dos personagens do filme retorna de filmes anteriores, inclusive do primeiro. Durante a fuga do enorme complexo a heroína vai descobrindo mais sobre o seu passado, e sobre os planos finais da corporação contra quem luta há anos. 

Belas lutas em "Resident Evil 5: Retribuição


É comum esperar que blockbusters com tantas continuações acabem caindo na mesmice de um gênero. Isso acontece em parte em Resident Evil 5, que mistura ação do tipo Rambo - armas pesadas, explosões, e lutas - com o clássico estilo zombie. Mas o filme é bem feito o suficiente para não ficar chato. O pano de fundo da história chega a ser interessante, e a produção conta com uma boa trilha sonora, uma direção de arte interessante na maior parte do tempo. 

Muitos minutos do filme são ocupados por sequências de luta. Lutas com movimentos praticamente impossíveis, é claro, mas muito bem coreografadas, com bastante naturalidade, e quase sempre sem aquela impressão de fios invisíveis. O diretor Paul W.S. Anderson assina o roteiro e a direção de dois dos filmes anteriores, incluindo o primeiro da série. Ele consegue dar ao filme uma visualidade muito boa - que é maximizada em um cinema 3D - além de encaixar cenas de susto e falas cômicas em alguns lugares chave para evitar a monotonia. 

Por Lucas Siqueira Cesar
Nota: 7



Ficha Técnica

Resident Evil 5: Retribuição (Resident Evil: Retribution) - 97 min.
Alemanha/Canadá - 2012
Direção: Paul W.S. Anderson
Roteiro: Paul W.S. Anderson
Elenco: Milla Jovovich, Sienna Guillory, Michelle Rodriguez, Aryana Engineer e Bingbing Li

Estreia: 14/09



O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top