1


João Miguel e Vinícius Nascimento em cena de "À Beira do Caminho"
É justo afirmar que À Beira do Caminho, de Breno Silveira (de 2 Filhos de Francisco), é um dos melhores filmes brasileiros. A história é cativante e o roteiro de Patrícia Andrade consegue apresentá-la por meio de revelações que são construídas dentro da própria trama, por meio de rememoração, que vai tomando nitidez conforme os acontecimentos se desenrolam.

A fotografia do filme é muito boa, bem como a trilha musical, composta por músicas de Roberto Carlos, recebendo também interpretação de outros artistas. Os papéis interpretados pelos atores João Miguel (de Xingu) e Vinícius Nascimento estão bem equilibrados. Os dois personagens têm uma simbiose perfeita e foram muito bem interpretados. Vale ressaltar que esse longa não caiu na armadilha do melodrama, já que a linha dramática é bastante equilibrada, dando uma sensação de justa medida.

O Brasil em "À Beira do Caminho" 


Pôster do filme "À Beira do Caminho"
À Beira do Caminho é um Road Movie com boas fotografias de algumas paisagens e também de cidades que estão longe dos grandes centros. Conta a história de João (João Miguel), homem que fez de um caminhão sua casa para fugir das dores de seu passado. Personagem arredio, mudo e isolado, tem sua vida confrontada por Duda (Vinícius Nascimento), criança em fuga que acabou de perder a mãe e busca o pai ausente.

Pontos de parada ao longo das rodovias, bares de beira de estrada e de pequenas cidades recebem uma descrição cuidadosa. João é o retrato do brasileiro queimado de sol, de poucas palavras. Problema de expressão que também aparece nos bilhetes que tenta escrever. A imagem de Duda também é um retrato recorrente de muitas crianças brasileiras carismáticas, com uma inteligência social bem desenvolvida. Crianças que têm uma sabedoria precoce e trazem o gosto pela vida a personagens um tanto desesperançados.


Nossa canção no filme de Breno Silveira


A principal música de Roberto Carlos na trilha do filme, Nossa canção, dá uma pista das causas da tristeza e sofrimento de João, mas não revela todas elas, o que é um ponto bom para a obra. Além da versão original de Roberto, conta também com outras interpretações, especialmente uma de Vanessa da Mata. Apesar disso, não é um tributo ao Rei, pois conta também com algumas composições originais. À Beira do Caminho é um filme muito bom com poder de agradar tanto a jurados de festivais quanto ao público. Não tem grandes pretensões, como uso de recursos cinematográficos muito inovadores, mas conseguiu um produto final bem acabado.

Nota: 9 





Ficha Técnica

À Beira do Caminho – 90 min
Brasil – 2011
Direção: Breno Silveira
Roteiro: Patrícia Andrade
Elenco: Dira Paes, João Miguel, Ludmila Rosa, Vinícius Nascimento

Estreia: 10 de agosto 

O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

  1. Estou bastante curioso para conferir. João Miguel é um de meus atores brasileiros favoritos.

    http://avozdocinefilo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

 
Top