0


Dos mesmos produtores de Alice no País das Maravilhas, chega aos cinemas Branca de Neve e o Caçador, a mais nova adaptação cinematográfica para a famosa fábula dos Irmãos Grimm. A ambientação mais sombria do que a abordagem de um conto de fadas, um texto mais denso de forma a garantir um desenrolar com uma dose a mais de drama e violência, além da temática em torno de uma guerra estão no novo filme dirigido pelo diretor estreante Rupert Sanders. É a segunda adaptação de Branca de Neve para as telonas lançada esse ano, e se a primeira (Espelho, Espelho Meu, com Julia Roberts e Lilly Colins no elenco) volta o holofote para uma entonação mais próxima da comédia, Branca de Neve e o Caçador não mede esforços para ser uma obra sombria e repleta de magia.

Kristen Stewart em cena de "Branca de Neve e o Caçador"

"Branca de Neve e o Caçador" se unem contra um império de tirania em busca de paz e de vingança


O filme retrata a já conhecida história da Branca de Neve (Kristen Stewart, da série Crepúsculo). Em um ataque misterioso, o Rei, pai de Snow White, acaba conhecendo Ravenna (Charlize Theron, de Jovens Adultos) e, fascinado por sua beleza, se casa com ela. Logo no dia seguinte, ela assassina o rei e toma o poder de todo o reino. Branca de Neve passa a vida trancada no alto da torre do Castelo, até o dia em que, segundo o espelho encantado de Ravenna, ela passa a ser uma pedra no sapato da rainha. A jovem escapa do castelo e é o caçador Eric (Chris Hemsworth, o Thor de Os Vingadores), um bêbado que sofre há tempos a perda de sua esposa, quem é contratado pela Rainha Má, Ravenna, para encontrar a fugitiva.

Contudo, quando ele descobre ter sido enganado, e que o objetivo de sua patroa não é só recapturar, mas também arrancar o coração da jovem, ele passa a ajudá-la, iniciando uma perigosa fuga. Quem se une nessa empreitada também é o jovem Duque William (San Claflin, de Piratas do Caribe: Navegando em Águas Misteriosas), velho amigo de infância de Branca de Neve, encantado pela rebeldia e pureza da moça. Com demais elementos clássicos como os sete anões, a história segue a trajetória clássica, passando por um cenário novo ou outro, até a temida maçã envenenada.

O filme aposta em reviravoltas sutis, porém importantes, na história original de "Branca de Neve", além de exibir efeitos e cenários impecáveis


Cartaz brasileiro de "Branca de Neve e o Caçador"
Charlize Theron brilha nas cenas como a Madrasta Ravenna, uma mulher ambiciosa, ressentida, vingativa e com um perfil psicológico que a aproxima da loucura. Suas cenas são ótimas, a atriz consegue interagir bem com os demais personagens em todas as cenas. Já Kristen Stewart, por sua vez, faz o espectador pensar que sua presença no filme só se deva por motivos publicitários. A atriz, mesmo parecendo estar se esforçando, continua atuando de forma insossa e morna. Até mesmo em cenas nas quais ela faz a plenos pulmões um discurso de incentivo, fica a impressão de que ela está só sendo histérica. Os demais atores, como Chris Hemsworth e Sam Claflin, passam de forma eficaz e tranquila pela obra.

O espectador fica abobalhado na cadeira do cinema com a riqueza em detalhes na produção das ambientações do filme. Tudo muito bem feito, impecável. Contrapor a constituição macabra da floresta em que Branca de Neve vai parar logo no início de sua fuga com a floresta que abriga o santuário das fadas, é um exercício bom para notar a perfeição do trabalho feito em ambos momentos. A direção de arte e de figurino merecem realmente aplausos para o trabalho realizado.

A temática água com açúcar já explorada pela Disney em sua versão do conto de fadas é mantida, ainda mais quando o espectador nota estar no meio de um triângulo amoroso, mas é irremediavelmente anestesiada pela lâmina das espadas e pelas pontas mortais das flechas dos rebeldes em guerra. Se tem romance e fantasia em Branca de Neve e o Caçador, tem também ação e aventura de forma equilibrada.

A história é simples, de compreensão ao alcance de todos, sem se tornar superficial ou mesmo estúpida para quem já é mais velho, apesar de definitivamente esse não ser exatamente o que chamamos de filme infantil. Conta com produção de qualidade inquestionável e com roteiro bem ajustado aos fatos que ocorrem na tela, levando o espectador a embarcar na trama junto aos protagonistas. No fim a gente quase esquece a grande falha do longa, que é comparar a beleza de Kristen Stewart justamente com a de uma mulher como Charlize Theron.

Nota: 8 






Ficha Técnica

Branca de Neve e o Caçador (Snow White and the Huntsman) – 127 min
EUA – 2012
Direção: Rupert Sanders
Roteiro: Evan Daugherty, Jonh Lee Hancock, Hossein Amini – Baseado no clássico Branca de Neve
Elenco: Kristen Stewart, Charlize Theron, Chris Hemsworth, Bob Hoskins, Ray Winstone, Ian McShane, Toby Jones, Nick Frost, Sam Claflin, Eddie Marsan, Lily Cole, Vincent Regan

Estreia: 1 de junho 

O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top