Publicidade

Festa no Céu

Crítica - Titanic 3D

11 de abril de 2012



No ano em que o naufrágio do RMS Titanic completa seu centenário, o filme de James Cameron será relançado em 3D nos cinemas nesta sexta-feira (13 de abril). Misturando fatos históricos com ficção, Titanic foi lançado originalmente em 1997, com estrondoso sucesso. O longa alcançaria a maior bilheteria da história, arrecadando quase US$ 2 bilhões, e só perderia a liderança para Avatar, do próprio Cameron, que foi lançado em 2010. Além disso, a obra estrelada por Leonardo DiCaprio e Kate Winslet é uma das recordistas de prêmios do Oscar, ao lado de Ben Hur (1959) e O Senhor dos Anéis: O Retorno do Rei (2003), que também conquistaram 11 estatuetas.

Conversão de "Titanic" ao 3D é a melhor desde a onda de relançamentos de clássicos modernos


Cena de "Titanic" em 3D
Com o advento do 3D, se tornou cada vez mais comum o lançamento de filmes que se aproveitam desta tecnologia, mas as obras realmente filmadas em terceira dimensão ainda são minoria. E isso faz toda a diferença. Converter um filme em 2D ao 3D não é a mesma coisa do que conceber um projeto totalmente adequado aos novos conceitos tecnológicos. Mas, mesmo assim, os estúdios têm se aproveitado da possibilidade de conversão para lançar obras que não têm a menor necessidade do uso do 3D e a experiência do público acaba ficando aquém das possibilidades que a terceira dimensão oferece.  

Por outro lado, esta prática configura uma excelente oportunidade para poder rever clássicos modernos nas telonas do cinema, como o recente relançamento em 3D de Star Wars – Episódio I: A Ameaça Fantasma. E Titanic tem uma vantagem: James Cameron. Responsável por importantíssimas evoluções tecnológicas no universo do cinema (vide Avatar), é claro que o cineasta não iria querer simplesmente relançar Titanic. A conversão do filme à tecnologia da terceira dimensão realmente chama a atenção e se destaca dos demais relançamentos. Se você puder ver em uma sala Imax, então, a experiência de imersão é melhor ainda.

Cartaz do relançamento de "Titanic" em 3D

Preconceito contra Leonardo DiCaprio e revisão de conceitos mudaram percepção de "Titanic"?


Quando foi lançado nos cinemas, o filme de Cameron alcançou um raro consenso entre crítica e público. E merecidamente. A saga de Jack e Rose a bordo do Titanic comoveu plateias ao redor do mundo e, apesar das mais de três horas de projeção, a sensação é de que o tempo passa muito rapidamente, de tão bem elaborada que é a trama. Sem contar os cenários grandiosos e o roteiro, que trafega entre críticas sociais, romance, drama, suspense e aventura, sempre sem perder o tom. Titanic continua funcionando muito bem nos dias de hoje, podendo ainda conquistar um público mais jovem, que não teve a oportunidade de vê-lo nas telonas.

Mas o sucesso inicial, posteriormente, deu lugar a uma estranha mudança de opinião em relação à obra e críticas negativas começaram a surgir, incluindo uma procura incansável por defeitos e erros de continuidade, além do questionamento da qualidade de atuações, principalmente de Leonardo DiCaprio. Mas, apesar de realmente existirem erros de continuidade – que não comprometem o filme em momento algum, vale destacar –, as críticas negativas a DiCaprio não têm uma base consistente e caracterizam mero e simples preconceito, não um conceito em si. 

Afinal, estamos falando de um dos melhores atores de sua geração, que, desde o começo de sua carreira, se destacava por atuações em filmes como Gilbert Grape: Aprendiz de um Sonhador, Diário de um Adolescente e As Filhas de Marvin. Mais tarde, consolidaria seu nome em longas como O Aviador e Ilha do Medo, por exemplo. Mas esqueça estes preconceitos sem sentido e veja, ou reveja, Titanic em 3D, pois vale muito a pena se emocionar mais uma vez com esta belíssima história. 

Nota: 10





Ficha Técnica


Titanic – 194 min
EUA – 1997
Direção e Roteiro: James Cameron
Elenco: Leonardo DiCaprio, Kate Winslet, Billy Zane, Kathy Bates, Frances Fisher, Gloria Stuart, Bill Paxton, Bernard Hill, David Warner, Victor Garber, Jonathan Hyde, Suzy Amis

Estreia: 13 de abril 

O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

2 comentários:

.   anα pαuſſα          ☮ disse...

Falou e disse! No meu caso vou rever pq obviamente já havia assistido, mas no cinema será a primeira vez pois quando estreiou em 97 eu tinha apenas 4 aninhos... Vai ser uma nova experiência assistir um filme que sei como será, mas que sempre quis ver no cinema e o 3D vai ser a cereja do meu bolinho ^^

Anônimo disse...

Esses dias eu estava pensando exatamente nesse preconceito contra o Leonardo Di Caprio. Eu mesmo tinha, mas mudei de idéia depois de ver filmes como a Ilha do medo, A Origem, dentre outros. Um ótimo ator.

Postar um comentário

 
Cinema na Rede | by TNB ©2010 | O conteúdo deste site está protegido sob licença Creative Commons | Marketing Digital: Fizzy