19
Tudo se passa em um futuro pós-apocalíptico. Depois de uma rebelião popular violenta, o "Estado" venceu os rebeldes e foi criado o país chamado Panem, dividido em 12 distritos e uma Capital. Todos os anos, desde então, a Capital organiza os chamados Jogos Vorazes, como forma de reafirmar seu poder e supremacia sobre todos os distritos. Cada distrito deve oferecer um par de jovens, entre 12 e 18 anos, como tributo, e estes devem lutar até a morte contra os demais em uma arena.

A beleza encontra a força em Katniss Everdeen


Katniss (Jennifer Lawrence, de X-Men: Primeira Classe) é uma jovem do distrito 'dos mineiros'. Mas ela não é uma garota comum. Em meio à pobreza de sua vila, logo fica claro que ela é uma grande lutadora, que batalha diariamente para cuidar da irmã caçula e da mãe, além de ser ótima caçadora com o arco e flecha. Katniss possui uma beleza rude que também se sobressai, e chama a atenção dos garotos. Mas, apesar de sua força, ela é bastante pacífica, além de tímida, e totalmente contrária às práticas de governo da Capital.

Chega o dia do ano em que os representantes da Capital vão ao distrito de Katniss para sortear dois tributos locais, que devem representar o território nos próximos Jogos Vorazes. É a primeira vez da  irmã mais nova de Katniss no sorteio, e a garota está completamente apavorada. Katniss está certa de que não serão escolhidas, mas se engana, e o nome da irmã é lido em voz alta no papel sorteado. Sem precisar pensar muito, a irmã mais velha se oferece voluntariamente para ir no lugar da caçula.

Os Jogos são também um grande espetáculo de entretenimento, nada mais que uma espécie de reality show, e os jovens tributos são tratados como verdadeiras estrelas antes da batalha. O palco, onde eles precisam lutar pela própria vida, é uma grande arena de paisagem natural, por si só bastante hostil, debaixo de uma grande "bolha" que lembra o estúdio gigante de O Show de Truman.

Emoções não são simplificadas pelo roteiro do filme Jogos Vorazes


Paralelamente à jornada de Katniss pela sobrevivência, a garota precisa administrar seus sentimentos afetivos, que começam a ficar confusos diante da situação de vida ou morte. Ao ir para os Jogos descobre que seu parceiro de distrito o sorteado do sexo masculino sempre a amou. Na verdade, Peeta Mellark (Josh Hutcherson, de Viagem 2: A Ilha Misteriosa), declara seu amor ao vivo na televisão, antes de entrarem na arena.

Sabendo da possibilidade iminente da morte de ambos, e sob a pressão invisível dos "organizadores" para que se desenvolva um caso de amor durante o reality, a garota fica em uma encruzilhada realmente difícil. A história poderia ter tratado o lado amoroso de Katniss Everdeen de forma superficial e inverossímil, mas se sai bem na construção da personagem, ao sempre levar em conta o complicado contexto em que ela se encontra.

Jogos Vorazes, a adaptação cinematográfica da vez


Jogos Vorazes é a série de livros adolescentes do momento, seguindo a trilha de histórias de sucesso comercial como Harry Potter e Crepúsculo. Isso não significa que a trilogia seja mais do mesmo. Quem ler os livros poderá achar a história melhor ou pior que as outras duas, mas dificilmente parecidas. A autora, Suzanne Collins, vai muito mais para o lado da ficção científica do que para a fantasia, e também se propõe mais filosófica, buscando associações diretas com o ótimo livro 1984, de George Orwell, e até mesmo alguns mitos gregos.

Também existe um aspecto bastante forte em Jogos Vorazes e só nos damos conta dele plenamente quando o "show" realmente começa , que é ver crianças matando outras crianças, de forma violenta, na maioria das vezes a facadas. Para ser sincero, as imagens violentas são pouco explícitas, mas a simples sugestão do que os adolescentes estão fazendo uns com os outros, pela própria sobrevivência, já é um pouco perturbadora. Em nenhum momento isso é mostrado de forma positiva, muito pelo contrário, e não são cenas mais fortes do que estamos acostumados a ver no cinema, ou no telejornal.

Por: Lucas Siqueira Cesar 
Nota: 8





Ficha Técnica


Jogos Vorazes (The Hunger Games) – 142 min
EUA – 2012
Direção: Gary Ross
Roteiro: Gary Ross, Billy Ray, Suzanne Collins (livro e roteiro) 
Elenco: Jennifer Lawrence, Josh Hutcherson, Woody Harrelson, Lenny Kravitz, Stanley Tucci, Willow Shields 

Estreia: 23 de março

O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

  1. Parece ser uma boa aventura adolescente, o que está se tornando cada vez mais raro hoje em dia.

    http://cinelupinha.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Crítica muito falha ao falar que "Ela tinha um namorado com quem fazia planos de se casar em sua terra, mas ao ir para os Jogos descobre que seu parceiro de distrito – o sorteado do sexo masculino – sempre a amou.". Quando o correto é justamente o contrário! Ela NUNCA quis casar com Gale! T__T

    ResponderExcluir
  3. Ótima análise, Lucas. Além dessas referências citadas, vi muito de 'Admirável Mundo Novo' também. Acredito que esse livro e '1984' se complementam bastante! Acho muito interessante a leitura da filosofia do 'Big Brother' e a forma como 'Jogos Vorazes' aborda um tema tão complexo de forma mais "pop". Por outro lado, enxergo com preocupação a maneira como os adolescentes (público-alvo do filme) se identificam com os protagonistas, que, literalmente, precisam matar para sobreviver no fim. Claro que estamos falando de uma obra cujo maior objetivo é gerar lucro para os estúdios, mas o tema abordado requere conhecimentos mais profundos sobre filosofia e comportamento social, que levam a uma interpretação mais clara do que é dito nas enterlinhas da história. Já imaginava que seria um filme interessante, pelo enredo e tema apresentado, mas me surpreendi com a qualidade e profundidade da obra. Daria nota 9. =)

    ResponderExcluir
  4. Tem algo errado ai.
    "Ela tinha um namorado com quem fazia planos de se casar em sua terra"

    Da onde você tirou isso cara. Parabéns pela anise e tal, mas preste mais atenção nos detalhes do Filme.
    A autora, sempre deixou bem claro que a Personagem nunca queria se casar e ter filhos justamente pelos jogos. Ela não gostaria de ver um filho dela, indo para os jogos. Gale é uma amigo de caçada dela, em nenhum momento nada é citado que os dois tem algum tipo de relacionamento fora isso, algo que apenas começa a ser imaginado por ela apenas após os jogos, ou seja, no segundo livro (futuramente quem sabe filme)
    Peço que faça uma edição no post, pois o fato parece um pequeno erro, mas é importantissimo na trilogia.
    Mais um vez, parabéns pela critica, otimo uso dos conceitos de outros filmes.

    ResponderExcluir
  5. Tem um mangá não muito conhecido que já foi publicado aqui, chama-se Battle Royale. A idéia é a mesma, porém, é muito mais impactante, tanto o mangá quanto o live-action. Tae a dica pra quem quiser algo do tipo.

    ResponderExcluir
  6. Tah faltando mais atrativo, nem tenho vontade de ir ao cinema pra ver isso. Podem comparar com crepusculo, mas Harry potter nunca.

    ResponderExcluir
  7. Na boa o filme eh bom. Mas falar q eh o novo Harry Potter ou q eh melhor q Harry Potter já eh demais.
    Eh bom mais não tanto assim

    Podem comparar com crepusculo, mas Harry potter nunca. [2]

    ResponderExcluir
  8. o filme e horrivel. e perda de tempo

    ResponderExcluir
  9. esse filme é uma bosta !!!! nao percam seu tempo !!!

    eu vi esse filme, muito ruim, mal feito cheio de clichês, o filme é tao ruim que so onde eu tava tinha 4 pessoas durmindo, o filme demora um seculo para começar o famoso jogo, quando começa, so tem 10 minutos de ação ( e ação muito fraca diga-se de passagem, sem nenhum efeito fodão ou cena muito elaborada, as cenas sao basicamente o cara pega a espada e corta o cara com um golpe ), e os outros 60 minutos é so ela andando pela floresta, durmindo em arvore bebendo agua....

    tinha hora que eu pensava que estava vendo o globo reporter....

    ResponderExcluir
  10. Comparar com Harry Potter? Piada

    ResponderExcluir
  11. Detestei o filme, a filmagem é péssima, a camera não para de movimentar um minuto, saí do cinema com tontura e dor de cabeça!

    ResponderExcluir
  12. O filme/livro não tem nada a ver com Harry Potter o Crepúsculo, só compararam para atrair os fãs dessas sagas.

    ResponderExcluir
  13. Gostei muito e recomendo.

    ResponderExcluir
  14. REalmernte Só falam de Crepúsculo ou Haryy Potter, pra atrair os fãs. Osa livros e tb o filme não se parecem em nada. O Filme é bom, mas só isso. Nada que se tornará um Fenômeno, muita fumaça pra pouco fogo, a história é ótima mas tão mal contada no filme. A melhor coisa é realmente ver os adolescentes se matando, mas até isso fica meio entediante, meio fraquinho as Matanças.

    ResponderExcluir
  15. Big Brother + Coliseu Romano este é o conceito básico do espetáculo dentro do filme, no entanto achei que não valeu o custo do ingresso.
    Divertido é ver toda uma sociedade (Governo) usando os cabelos parecidos com o filme "O Grinch".
    Para mim teve uma outra coisa engraçada, porque nos primeiros segundos achei que a personagem Effie Trinket era vivida por Johnny Depp. KKKKK

    PM

    ResponderExcluir
  16. Hp's fãns. Por favor né? A comparação do autor da resenha é a respeito do "sucesso comercial".

    ResponderExcluir
  17. Alguém leu a resenha antes de comentar? ¬¬'

    Ele não comparou o conteúdo e sim público alvo / propaganda / sucesso comercial / , assumiu a diferença e não colocou conectivos de superioridade e vice versa , não entendo a revolta xD !

    E de todas as sagas citadas [sim, li todas] gostei mais de Jogos Vorazes. [não é só sua opinião que deve ser considerada válida]

    ResponderExcluir
  18. Adorei a resenha e na minha opinião o filme é bom sim !
    Acho que as pessoas deveriam parar de se preocupar tanto com mortes, paixonites e magia e levar mais a sério coisas que realmente importam,
    talvez assim a ficção poderia trazer algo a mais para a nossa realidade.

    ResponderExcluir

 
Top