2
George Lucas pode ser considerado um excelente homem de negócios. Já imaginou quanto dinheiro ele ganhou com a franquia Star Wars, desde seu lançamento, em 1977? E agora os fãs da maior saga intergaláctica da história do cinema vão encher mais ainda os bolsos do cineasta, já que os seis episódios de Guerra nas Estrelas serão relançados nos cinemas em 3D, a partir desta sexta (10/02), quando entra novamente em cartaz A Ameaça Fantasma (1999). E este relançamento tem dois pontos muito positivos e outro nem tanto. 

Rever Star Wars no cinema é uma incrível experiência


Por um lado, para os fãs da saga é uma oportunidade única rever Star Wars nos cinemas. As cenas de ação de A Ameaça Fantasma, como a corrida de pod racers e a invasão de Naboo pelas tropas do exército da Federação de Comércio continuam atuais, com espetaculares efeitos visuais e ótimas edições de imagem e som (remixado digitalmente). Além disso, é uma boa oportunidade da franquia conquistar uma nova geração de fãs, que poderão acompanhar nos cinemas a sequência de filmes em ordem cronológica.

Por outro lado, a tecnologia 3D não é plenamente aproveitada quando se converte uma filmagem original em duas dimensões. A sensação de profundidade de campo e objetos “lançados” em direção à tela não têm o impacto visual de obras captadas com equipamentos em 3D, o que resulta em uma experiência sensorial aquém do que a tecnologia em terceira dimensão pode oferecer. Ou seja, de certa forma fica a sensação de que relançamentos deste tipo são apenas caça-níqueis, ou melhor, fortunas. Mas, se deixarmos a avaliação mercadológica de lado, vale a pena se divertir novamente com Star Wars nos cinemas. E muito! 

Relembrando o argumento de Star Wars – Episódio I: A Ameaça Fantasma, há muito tempo, em uma galáxia muito, muito distante, a gananciosa Federação de Comércio, sob a liderança de uma figura enigmática e perigosa, ameaça a paz da República ao bloquear a área de livre comércio do planeta Naboo. Para negociar o fim deste embargo, dois Cavaleiros Jedis são enviados: Qui-Gon Jinn (Liam Neeson, de Desconhecido) e Obi-Wan Kenobi (Ewan McGregor, de O Escritor Fantasma). Mas, em vez de aceitar iniciar uma negociação, o exército de dróides da Federação invade o planeta governado pela Rainha Amidala (Natalie Portman, de Cisne Negro).

Star Wars – Episódio I: A Ameaça Fantasma revela a origem de Darth Vader


Mas o maior atrativo na época do lançamento do filme foi a origem de Darth Vader, apresentado ainda quando criança, demonstrando sentimentos e emoções muito nobres para quem iria se tornar um dos maiores vilões da história do cinema. E a escolha do ator que interpreta Anakin Skywalker foi muito criticada. O garoto Jake Lloyd, na época com apenas dez anos, realmente teve uma atuação um tanto questionável, mas o quesito direção de atores nunca foi o forte de George Lucas, como ele mesmo já admitiu. Outro personagem que não gerou muita simpatia entre os fãs da saga foi o desengonçado Jar Jar Binks, que tem papel importante na trama e funciona como uma espécie de alívio cômico da história. Sem contar um Mestre Yoda digital, que dividiu opiniões. Além de Darth Vader, as origens de C3PO e R2D2 também são reveladas.

A profundidade dramática do conflito dos personagens não é bem desenvolvida (mais uma vez pelas limitações de George Lucas), mas isso não é exatamente um problema, pois o que chama a atenção e desperta o interesse de inúmeros fãs, de várias gerações, é justamente a incrível construção de um universo rico, repleto de figuras interessantes e que contam a origem de acontecimentos referentes à primeira trilogia da saga. Não é de se espantar que os melhores filmes da série Star Wars sejam os episódios V e VI, que não foram dirigidos por George Lucas, O Império Contra-Ataca (Irvin Kershner) e O Retorno do Jedi (Richard Marquand), respectivamente. Mas, deixando de lado as imperfeições de A Ameaça Fantasma, o que vale é a diversão e a importância que a saga Star Wars tem para a sétima arte. Compre seu balde de pipoca, embarque no incrível universo de Guerra nas Estrelas e que a força esteja com você!

Nota: 8.5






Ficha Técnica

Star Wars – Episódio I: A Ameaça Fantasma (Star Wars: Episode I The Phantom Menace) – 136 min
EUA – 1999
Direção e Roteiro: George Lucas 
Elenco: Liam Neeson, Ewan McGregor, Natalie Portman, Jake Lloyd, Ian McDiarmid, Pernilla August, Oliver Ford Davies, Hugh Quarshie, Ahmed Best, Anthony Daniels, Kenny Baker, Frank Oz, Terence Stamp, Brian Blessed, Andrew Secombe 

Estreia: 10 de fevereiro

O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

  1. Um dos melhores filmes da saga o retorno de jedi?é um clássico sim mas A vingança dos sith é superior ao meu ver ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo! Pra mim, os melhores são os episódios III e V.

      Excluir

 
Top