0

O título não se refere a nenhum romance. O novo filme da dupla cômica Adam Sandler e Dennis Dugan (diretor de O Paizão, Gente Grande e vários outros de Sandler) tem como tema bem específico a relação frequentemente estranha dos irmãos gêmeos. Abrindo a história com depoimentos em estúdio de gêmeos reais, o filme coloca logo de cara a dificuldade que eles enfrentam, não por suas semelhanças, mas sim por suas diferenças.

Um publicitário descolado e sua irmã queima-filme em Cada Um Tem a Gêmea que Merece


Como Eddie Murphy em O Professor Aloprado (1996), Adam Sandler interpreta sozinho os papéis de irmão e irmã gêmeos, que depois de crescidos não mantêm uma relação lá muito amigável. Jack é um publicitário bem sucedido, com muitos amigos e uma bela família, mas não fica nada feliz quando precisa ter qualquer tipo de contato com sua irmã Jill.

Jill é uma solteirona feia, carente, briguenta, que fala o que vem à cabeça, sendo inconveniente a maior parte do tempo. Suas grosserias atingem a todos ao redor como uma metralhadora. Mas, pior ainda, é que Jill faz de tudo para demonstrar seu amor incondicional ao irmão, sempre através das situações mais ridículas. Jill ainda vive na mesma casa onde os irmãos cresceram, no Bronx, em Nova York, e viaja à casa de Jack, em Los Angeles, para o Dia de Ação de Graças.

A visita de Jill deixa Jack louco antes mesmo de se concretizar, e justamente quando ele precisa enfrentar um difícil desafio no trabalho: convencer o mal humorado Al Pacino a ser a estrela de um comercial de rede Dunkin' Donuts. Interpretando a si próprio, Al Pacino atua como se sua vida real fosse um reflexo de seus papéis mais violentos, como o lendário Tony Montana de Scarface (1983). Vivendo um fim de carreira decadente, o ator de O Poderoso Chefão garante ótimas piadas durante o filme.

Humor a partir das bizarrices da vida 


A dupla Sandler também assina o roteiro traz para este filme um elemento de sucesso de sua última parceria, Esposa de Mentirinha, que é a presença de atores mirins, menino e menina, no papel de filhos. Como no filme anterior, os pequenos também aumentam a comicidade da história.

Dennis Dugan está acostumado a fazer um tipo de comédia muito próprio, com poucos trabalhos que destoam de seu estilo. Como em Zohan (2008), Cada Um Tem a Gêmea que Merece é recheado de piadas feitas com hábitos culturais de imigrantes nos Estados Unidos: judeus, mexicanos, árabes, e como acontece em quase todos os seus filmes, ele explora situações engraçadas do cotidiano, que, apesar de comuns, através de um olhar mais atento são bastante bizarras.

Por: Lucas Siqueira Cesar
Nota: 6




Ficha Técnica


Cada Um Tem a Gêmea que Merece (Jack and Jill) – 91 min
EUA – 2011
Direção: Dennis Dugan 
Roteiro: Adam Sandler, Steve Koren, Ben Zook
Elenco: Adam Sandler, Al Pacino, Katie Holmes, Elodie Tougne, Rohan Chand 

Estreia: 10 de fevereiro

O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top