2

Sequestro é o novo documentário do premiado diretor Wolney Atalla e não é para os fracos de espírito. O filme acompanha o dia a dia da DAS, a Divisão Anti-Sequestro da Polícia de São Paulo, entre 2005 e 2009. No período, o número de sequestros na grande São Paulo caiu drasticamente, graças ao trabalho de inteligência, resgate e apoio às vítimas, tanto sequestrados quanto parentes.

Numa estrutura narrativa de filme de ação, os casos são desenrolados na tela e a identificação com as vítimas é inevitável. Mesmo que você nunca tenha vivido uma situação semelhante, vai ficar tão tenso como se estivesse lá. Mas não é um filme comercial, é um documentário, e a realidade dos fatos é tão chocante quanto cruel. Mesmo com as limitações do tipo de filmagem praticado, com câmeras acompanhando emboscadas e ações armadas da polícia, às vezes à noite, o diretor conseguiu superar todas as dificuldades técnicas e fazer um filme que nos deixa pregados à cadeira do cinema. A ação é ininterrupta, e as quase duas horas do longa passam despercebidas.

O apoio da DAS vai muito além de caçar e prender sequestradores, e a nobreza do trabalho de policial também pode ser vista no filme. É muito bom, para variar, conhecer os policiais como agentes da lei e como seres humanos, pessoas que executam um trabalho que ninguém mais quer e têm suas próprias vidas a cuidar. Sob todos os aspectos, Sequestro não desmerece ninguém e não pinta estereótipos. Nem mesmo os criminosos escapam do olhar aguçado da direção, e é surpreendente o trabalho neutro e documental feito nesses sentido. Nenhuma ficção pode ser tão emocionante quanto a realidade; isso é Sequestro.

Por: Stefano Aguiar 


Sequestro - 94 min
Brasil - 2009
Direção: Wolney Atalla 

Estreia: 09 de dezembro

Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

  1. ESSES CAMARADAS TORTURAM E MATAM VÁRIAS PESSOAS POBRES, PARA SALVAR UMA RICA.
    QUE NOBREZA MORAL TEM NISSO ?

    ResponderExcluir
  2. ANTES FOSSEM SOMENTE POBRES E NÃO TIVESSEM TANTO RANCOR... E ANTES TORTURASSEM UM INFELIZ DESSE... QUERO VER UM POBRE DESSE PEGAR ALGUÉM NA SUA FAMÍLIA QUE VOCÊ AMA E TORTURAR... PODIA SER VOCÊ NÉ..
    QUEM SABE ASSIM VOCÊ TERIA PENA NA HORA QUE UM "POBRE" ESTIVESSE CHUTANDO SUA CARA ENQUANTO VOCÊ ESTÁ AMARRADO E INDEFESO! AI EU TE DIRIA.. QUE MORAL IRIA OBTER SALVANDO UM INÚTIL COMO VOCÊ.. PRA FAZER UM COMENTÁRIO INFELIZ DESSE OU VOCÊ FAVORECE À ISSO... OU É PURA IGNORÂNCIA ATÉ O DIA QUE ACONTECER CONTIGO...AI SABERÁ O VALOR

    ResponderExcluir

 
Top