0

Rachel e Franck, Teri e Vincent ou, como preferir: Rachel e Vincent, Franck e Teri, ou ainda Rachel e Vincent e Teri e Franck. Assim mesmo se desenvolve o roteiro na trama dirigida por Antony Cordierm (de À Flor da Pele, 2005), dois casais que após algumas conversas, encontros, shiatsu e uns bons drinks resolvem experimentar uma forma de relacionamento diferente. Cada um mantém-se fiel ao seu respectivo parceiro, porém saídas para um sexo casual com o consentimento de todos passa a motivar a vida de cada um deles. 

Rachel (Marina Foïs) é designer de jóias e casada com Franck (Roschdy Zem, de Fora da Lei), que conhece Vincent (Nicolas Duvauchelle), técnico em informática, casado com Teri (Élodie Bouchez), numa reunião para análise da página de web destinada à venda de jóias da loja em que Rachel trabalha. Assim como na vida real, o interesse surge de maneira espontânea entre eles. Sorrisos, toques, olhares e conversas despretensiosas servem como desculpa para marcar jantares entre os casais. Ao final de um deles, acontece o esperado. Rachel demonstra total interesse em Vincent enquanto Franck mostra-se extremamente atraído por Teri, e numa bela tomada, a câmera nos revela essa divisão. Na volta para casa, os casais se dividem em dois carros, e ao chegar numa bifurcação na rodovia, cada um toma uma direção.

O ponto forte deste filme está na atuação dos quatro personagens principais, com destaque para as duas personas femininas. Traduzem de maneira muito natural os diversos sentimentos que surgem durante o longa: o amor, o desejo, a paixão, a raiva, a timidez e a inveja perpassam em boa parte do filme como quem já viveu essa situação.

Uma discussão dos relacionamentos modernos? Da eterna insatisfação no sexo? Da busca do parceiro perfeito? Das fantasias sexuais? Tudo isso pode ser observado em Para Poucos. Um filme que se destaca ao abordar este tema a diversidade das relações por não cair no clichê do swing, da perversão do sexo e do pornô barato, e sim na fragilidade das relações e nos improváveis encontros que o destino nos proporciona.

Por: Robyson Vilaronga

Para Poucos (Happy Few) - 103 min
França - 2010
Direção: Antony Cordier 
Roteiro: Antony Cordier, Julie Peyr 
Elenco: Marina Foïs, Élodie Bouchez, Roschdy Zem, Nicolas Duvauchelle 

Estreia: 09 de dezembro (São Paulo)

Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top