0

Com início bastante intimador, Isto Não é um Filme começa com um take longo e estático do cineasta Jafar Panahi (de O Círculo) sentado à mesa de café da manhã, à espera de você, espectador, como um convite para sentar-se junto a ele e compartilhar de momentos íntimos da sua vida. Pequenos detalhes, como uma cadeira vazia à frente do diretor, o pão sempre partido ao meio e os talheres voltados para a visão de quem assiste ao filme nos coloca em uma posição de muito conforto e nos faz sentir como um amigo deste personagem real, ou melhor, um membro da família família esta, de amantes do cinema e de companheiros de luta pelo direito à liberdade de expressão.

O documentário nos apresenta a história dramática de Jafar, cineasta iraniano que encontra-se numa condição de cárcere privado, decorrência da sua produção audiovisual carregada de debates políticos e críticas ao regime dos Aiatolás. Atualmente ele está à espera de um segundo julgamento para definir suas futuras “obrigações” com a lei, que provavelmente o condenará a três anos de prisão e o proibirá de filmar, dirigir e escrever roteiros por 20 anos

Em meio a este turbilhão, o desejo e a paixão pelo cinema tornam-se o alicerce para a vida de Jafar. Mas, como fazer cinema com estas restrições? Para isso, entra na narrativa o amigo Mojtaba Mirtahmasb; como a proibição de manipular uma câmera de vídeo e de editar é para Jafar, ele (Mojtaba) assume o equipamento. Ao longo do documentário, Jafar tenta recriar a cena de um antigo roteiro, utilizando elementos do interior de seu apartamento, como tapetes, controles, almofadas, objetos de fácil alcance, trechos de outros filmes e a sua narração como substituta da atuação da atriz principal. 

O roteiro que Jafar tenta “adaptar” tem estreita relação com a vida do cineasta, e por isso causa certa perturbação e o faz chorar em determinados momentos do filme. Essa é uma produção que foge do comum, um filme interessante sobre a atividade do cineasta Metacinema, Metalinguagem. É interessante observar os mecanismos de criação de um artista, o desenrolar de uma cena, como é feita a escolha dos planos, como a atuação é pré-definida, como é encarado o erro... enfim, como um cineasta trabalha. 

Além da classificação Metacinematográfica, este não poderia deixar de ser um filme político, afinal, constantemente são incitadas discussões e reflexões acerca da política do Irã e da relação entre a influência internacional nos territórios do Oriente. Um longa intrigante e diferente, que poderia ser um fracasso se não fosse o conhecimento sobre política dos dois personagens envolvidos e a relação entre a influência das produções audiovisuais em decisões políticas.

Por: Robyson Vilaronga


Isto Não é um Filme (In Film Nist) – 75 minutos 
Irã – 2010 
Direção: Jafar Panahi, Mojtaba Mirtahmasb 
Roteiro: Jafar Panahi 

Estreia: 02 de dezembro

Compartilhe este conteúdo |

O Cinema está na Rede e também no Twitter O Cinema está na Rede e também no Facebook

Postar um comentário

 
Top