0
O tão propalado jeitinho brasileiro, em todas suas variantes, é o tema da comédia Família Vende Tudo, de Alain Fresnot (de Desmundo). Investindo em  linguagem e estética bem populares, o filme foi vencedor de cinco prêmios no Cine PE 2011, incluindo melhor ator (Caco Ciocler), melhor atriz (Marisol Ribeiro, de Inversão) e melhor ator coadjuvante (Robson Nunes). 

Família Vende Tudo parte de uma situação bem conhecida por muita gente: a completa falta de dinheiro. Uma família da periferia de São Paulo vê sua muamba ser apreendida pela fiscalização em  Foz do Iguaçu e, atolada em dívidas, parte para uma solução radical: vender a própria filha, Lindinha (Marisol Ribeiro). Não literalmente, mas empurrando-a para os braços de um cantor brega, Ivan Carlos (Caco Ciocler). Fã do artista, a garota aceita de bom grado a tarefa, mas o plano de engravidar para conseguir uma boa pensão pode ir por água abaixo porque Ivan Carlos é casado com a perua insatisfeita Jennifer (Luana Piovani).

Filmado quase todo na comunidade do Jaguaré, zona oeste de São Paulo, o filme reúne uma coleção de tipos suburbanos fazendo o que pode para sobreviver. Há o agiota, o muambeiro, o religioso e outros. Por carência, fazem coisas que não fariam normalmente; talvez por isso mesmo, não há dilemas morais nem culpa. E é exatamente da precariedade vivida pela família que o diretor extrai a graça, que funciona na maior parte das vezes. Algumas talvez nem sejam percebidas, como o fato do personagem de Lima Duarte (de Assalto ao Banco Central) ter o nome verdadeiro do ator, Ariclenes.

As locações bem escolhidas e a preocupação em não estereotipar demais os personagens provocam uma identificação imediata. A naturalidade dos diálogos revela o cuidado com o texto. Ao mesmo tempo, parece que há muita informação a ser assimilada. Por isso, o filme começa com um bom ritmo, mas depois se perde um pouco, até concluir de um modo até certo ponto previsível.

O elenco formado por atores bem conhecidos do grande público, como Lima Duarte, Vera Holtz, Caco Ciocler e Luana Piovani, é mais um fator de apelo popular, sem esquecer de mencionar participações de Beatriz Segall, Marisa Orth e o cantor Latino. Uma boa surpresa é o menino Raphael Rodrigues, que defende com competência seu personagem Bira, feito quando tinha apenas dez anos. A incorporação do tipo brega-sertanejo-funkeiro por Ciocler, que até canta de modo bastante aceitável, é perfeita, e seu maior hit na comédia, Xique-xique, talvez pudesse até figurar nas paradas de sucesso. Seria mais um caso de a vida imitando a arte.




Família Vende Tudo – 90 min
Brasil – 2011
Direção e Roteiro: Alain Fresnot
Elenco: Caco Ciocler, Marisol Ribeiro, Lima Duarte, Verz Holtz, Robson Nunes, Luana Piovani, Imara Reis, Juliana Galdino, Ailton Graça, Beatriz Segall, Marisa Orth, Latino

Estreia: 30 de setembro

Compartilhe este conteúdo |

Postar um comentário

 
Top